Khabib não critica Sterling, mas é sincero sobre legitimidade do cinturão no peso galo | SUPER LUTAS

Khabib não critica Sterling, mas é sincero sobre legitimidade do cinturão no peso galo

Lenda dos leves, russo opina sobre a atuação situação do grupo até 61,2kg. e aponta ‘erro grave’ de Petr Yan no UFC 259

K. Nurmagomedov em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Lenda no peso leve (até 70,3kg.) do MMA, Khabib Nurmagomedov, mesmo aposentado, segue dando ‘pitacos’ no universo do Ultimate. Desta vez, o russo analisou a atual situação nos galos (até 61,2kg.), envolvendo Aljamain Sterling, que conquistou o título após uma desqualificação de Petr Yan no UFC 259. Sincero, o ‘Águia’ preferiu não criticar o campeão, mas questionou a legitimidade da conquista.

Veja Também

“Eu preferia não me tornar campeão da maneira que Sterling fez. Acho que ele entende isso, assim como sua equipe, mas eles tentam apoiá-lo e eu os entendo. Eu não gostaria de ser o campeão que quase perdeu, mas venceu porque seu oponente quebrou as regras. Não quero julgar ninguém, mas não queria que as coisas fossem assim”, afirmou Khabib, em entrevista ao UFC Rússia.

Ex-campeão dos leves da companhia, Khabib, por outro lado, entende a gravidade da infração cometida por Petr Yan. O atleta, então, analisou a situação do compatriota, que foi desqualificado após desferir uma joelhada ilegal no adversário, deixando o rival sem condições de seguir na disputa.

“Falando do Yan, sim, ele cometeu um grande erro, que lhe custou o cinturão. De qualquer forma, se Yan tivesse feito seu dever de casa direito, ele teria benefícios nisso tudo. Primeiramente, ele tem que seguir treinando, se manter faminto e focado. (…) Vamos ver quando ele receberá a revanche e recuperará o cinturão. Acho que deveria ser assim”, encerrou.

O confronto entre Petr e Aljamain aconteceu no início de março. Na ocasião, o russo faria sua primeira defesa de título. O episódio com o oponente aconteceu no quarto assalto, quando Yan dominava as ações e controlava Sterling. Depois do incidente, uma revanche segue cogitada, mas ainda não há previsão para o novo confronto.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments