VÍDEO: Do Bronx abraça status de azarão e projeta possível luta contra Dustin Poirier: ‘Será uma guerra’

Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, paulista garante que está acostumado em ser ‘zebra’ e surpreender no UFC; ele diz que respeita seu possível oponente


Um dos combates mais aguardados para a segunda metade da temporada no UFC, o duelo entre Charles do Bronx e Dustin Poirier já é estudado por especialistas. E, apesar de ser o campeão dos leves (até 70,3kg.), o brasileiro apresenta certo status de azarão nas casas de apostas.

Veja Também

Com exclusividade ao canal do SUPER LUTAS no YouTube, no entanto, Do Bronx parece não se incomodar com a posição e afirmou que está acostumado a entrar como ‘zebra’ em seus duelos e enxerga o status como uma motivação.

PUBLICIDADE:

“É mais uma motivação para mim. Eu sempre fui desacreditado dentro do UFC. Não é novidade para mim. Toda vez que eu lutei, foi como azarão. Eles falavam que eu não poderia nocautear e eu nocauteava. Falavam que eu não iria vencer e eu vencia. Tive altos e baixos no UFC e, desde minha última vitória, virei a chave”, afirmou Charles.

O paulista, aliás, declara que se sente cada vez mais confiante em suas habilidades e afirma que Poirier será ‘mais um’ em sua lista de vitórias.

PUBLICIDADE:

“Me sinto um monstro todos os dias. Quando eles falam que eu não posso, eu quero mostrar que eu posso. Quando eles falam que eu não consigo, eu mostro que consigo. Minha fé move montanhas. Com todo respeito ao Dustin Poirier, só que é mais um cara que eu vou vencer. Eu estou bem, estou pronto e, se a luta fosse amanhã, minha única dificuldade seria cortar o peso”, disse o paulista.

‘Ele é um cara duríssimo’

Com estilo tranquilo e longe de qualquer provocação, Do Bronx também comentou sobre os elogios recebidos pelo antigo campeão interino da divisão. O paulista agradeceu pelo respeito do norte-americano e projetou uma verdadeira ‘guerra’ no octógono, caso o combate seja oficializado.

PUBLICIDADE:

“Ele é um cara duríssimo, merece todo respeito por tudo que vem fazendo no UFC. Agradeço de coração por todas as vezes que ele citou meu nome – sempre muito bem. Falou que me assiste, que acompanha minha história e tudo que eu passei. Com certeza serão dois caras duríssimos, que andam para frente, têm poder de fogo nas mãos. E será uma guerra. Eu não estou preocupado com o que eles têm para mim, mas sim o que eu posso levar ao octógono. Mostrando que eles batem, eu sinto e levanto, sempre para frente”, elogiou.

PUBLICIDADE:

Luta confirmada?

Apesar de já falar com propriedade sobre Dustin Poirier, Charles do Bronx diz que o duelo ainda não está confirmado. Entretanto, ele indica que pode voltar a atuar ainda no final de 2021 e conta as experiências vividas no UFC 264 como um indicador de que a luta vai mesmo acontecer.

“Eles (UFC) não me falaram nada, mas eu tenho 99% de certeza que ‘Charles Oliveira x Dustin Poirier’ lutam no final do ano. Tinham 30 câmeras filmando lá, sendo 15 para a luta e outras 15 para mim. Do momento que eu cheguei até a hora de eu ir embora, fui filmado. Tudo indicaria que a luta seria desta forma”, finalizou.

Atual líder da divisão, Charles conquistou o cinturão em maio, quando atropelou Michael Chandler, no UFC 262. Agora, o paulista aguarda por sua primeira defesa de título e deve encarar Dustin Poirier, que passou por Conor McGregor em duas oportunidades.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário