Adversários no UFC Las Vegas 32, Cory Sandhagen critica doping de TJ Dillashaw: 'É nojento' | SUPER LUTAS

Adversários no UFC Las Vegas 32, Cory Sandhagen critica doping de TJ Dillashaw: ‘É nojento’

O atual número dois dos galos 'atacou' de forma pesada a atitude do ex-campeão e desaprovou o uso de substâncias ilegais para levar vantagem no octógono

C. Sandhagen irá estrelar o UFC Las Vegas 32 Foto: Instagram

Para Cory Sandhagen, TJ Dillashaw terá que conviver com as consequências da sua punição por doping. O ‘Sandman‘ criticou pesadamente a atitude do ex-campeão dos galos (até 61,2kg) e classificou como ‘nojento’ o uso de substâncias ilegais para levar vantagem no octógono. A declaração foi dada ao jornalista Brett Okamoto da ‘ESPN‘ americana.

Veja Também

“Como competidor e também como pessoa, realmente a única palavra que eu poderia dizer sobre isso é.. não me incomoda. TJ tem que conviver com as decisões de TJ. Eu tenho que viver com minhas decisões mas é um pouco nojento, na minha opinião, colocar-se em uma vantagem ilegal em um cenário de combate, em algo que você realmente ama. Se há uma palavra para isso, é meio nojento”, emendou Dillashaw.

No duelo do próximo sábado (24), TJ retorna ao octógono após dois anos de suspensão. Em janeiro de 2019, Dillashaw foi pego no doping pelo uso de ‘eritopoietina’ (EPO). A substância é proibida pela USADA (Agência Anti Doping dos Estados Unidos) e foi utilizada para ajudar no corte de peso para o duelo contra Henry Cejudo, válido pelo cinturão dos moscas (até 56,7kg).

Atual número dois do ranking dos galos, Sandhagen vem em grande fase na carreira. Contratado em 2018 pelo Ultimate, o ‘Sandman‘ sofreu apenas uma derrota em oito combates na organização. O norte-americano possui um cartel de 14 triunfos e dois reveses em sua carreira profissional.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments