Parceiro de treinos de McGregor diz que o irlandês não deveria ter sido entrevistado após lesão no UFC 264 | SUPER LUTAS

Parceiro de treinos de McGregor diz que o irlandês não deveria ter sido entrevistado após lesão no UFC 264

Para Artem Lobov, o 'Notório' não poderia ter sido interrogado ainda no octógono e fez duras críticas à atitude de Joe Rogan

J. Rogan entrevistou McGregor imediatamente após a lesão no UFC 264 Foto: Reprodução/Youtube

Na opinião de Artem Lobov, Conor McGregor não deveria ter sido entrevistado ainda no octógono após sofrer a fratura no tornozelo no UFC 264. O parceiro de treinos do ‘Notório’ criticou a atitude de Joe Rogan e mostrou confiança no retorno do seu amigo ao MMA profissional. A declaração foi dada em entrevista ao ‘MMA Fighting‘.

Veja Também

“Foi uma situação louca. Quero dizer, veja como Anderson Silva e Chris Weidman estavam depois que sua lesão aconteceu. McGregor ainda estava sentado e eu acho que entrevistas não deveriam acontecer nesse cenário. Estou surpreso que isso tenha acontecido. Não deveria ter acontecido, mas aconteceu. Você tem que seguir em frente e viver para lutar outro dia. Agora é hora de curar, treinar, corrigir erros e voltar”, afirmou Lobov.

Mesmo ciente da gravidade da lesão do seu amigo, Artem afirmou não ter dúvidas de que o irlandês voltará a lutar no seu melhor nível após sua plena recuperação.

“Este vai ser um longo processo de recuperação, para, em seguida, ele (McGregor) voltar a adquirir confiança. Vai ser um processo lento, mas, eu me lembro quando Conor voltou de sua lesão nos ligamentos do joelho, ele voltou melhor do que antes. Eu não tenho nenhuma dúvida de que vai ser o mesmo resultado desta vez”, finalizou Artem.

Após uma passagem de três anos pelo Ultimate com duas vitórias e cinco derrotas, o irlandês foi demitido da organização em 2018. Em 2019, Lobov assinou com o Bare Knuckle, o ‘boxe sem luvas’ e desde então, conquistou dois triunfos e um revés.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments