Única brasileira no card preliminar, Josiane Nunes dá show e nocauteia Bea Malecki em sua estreia no UFC | SUPER LUTAS

Única brasileira no card preliminar, Josiane Nunes dá show e nocauteia Bea Malecki em sua estreia no UFC

Lutadora brasileira superou a desvantagem de altura para derrotar a sueca e chegou em seu oitavo triunfo na carreira

J. Nunes (esq.) nocauteou B. Malecki no primeiro round. Foto: Reprodução/Instagram

Deu show! Estreante da noite, Josiane Nunes conquistou sua primeira vitória no Ultimate. Única representante brasileira no card preliminar do UFC Las Vegas 34, evento realizado neste sábado (21), a atleta superou a desvantagem de altura e envergadura para nocautear Bea Malecki com um cruzado no primeiro round.

Veja Também

octógono-UFC-Twitter-UFC-Vegas17

Promessa dos galos (até 61,2kg.), Nunes consegue sua oitava vitória – sendo o sétimo nocaute – em sua carreira. Profissional desde 2013, ela perdeu apenas uma vez contra a também atleta do Ultimate, Taila Santos.

Já Malecki, que estava invicta, sofre sua primeira derrota como profissional nas artes marciais mistas. Em sua carreira, são quatro triunfos e um revés.

A luta

Agressiva, Josiane Nunes começou o combate buscando a aproximação e investiu nos chutes baixos para magoar Bea Malecki. Com grande desvantagem na envergadura, a brasileira encurtou a distância e encurralou sua oponente junto à grade.

A sueca, por outro lado, apenas se defendeu e conseguiu ‘rodar’ no octógono para evitar a pressão. Malecki, que ainda parecia sentir os golpes, tentava chutar Nunes para mantê-la em seu raio de ação. Nos segundos finais, Josiane aplicou um lindo cruzado de esquerda e levou Bea à nocaute.

Em luta morna, Brian Kelleher supera Domingo Pilarte na decisão unânime dos juízes

B. Kelleher superou D. Pilarte por pontos. Foto: Reprodução/Instagram

Disposto a voltar ao caminho das vitórias, Brian Kelleher superou Domingo Pillarte na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27). O norte-americano adotou o jogo de grappling para superar o compatriota e, em entrevista pós-evento, ele pediu um duelo contra a promessa dos galos (até 61,2kg.), Sean O’Malley.

Aos 35 anos, Kelleher conquistou sua 23ª vitória na carreira. Na organização desde 2017, o norte-americano está positivo na carreira, com 23 triunfos e 12 reveses. Pilarte, por sua vez, ainda não sabe o que é vencer no Ultimate, tendo duas derrotas e uma luta ‘sem resultado’. Ele tem um cartel de oito resultados positivos e três negativos.

William Knight nocauteia Fabio Cherant com belo contragolpe no primeiro round

W. Knight vence F. Cherant. Foto: Reprodução/Instagram

William Knight precisou de 3m58s para nocautear Fabio Cherant no primeiro round. Apesar do estudo inicial que marcou o início do duelo, o norte-americano aplicou um contragolpe junto à grade e viu o compatriota cair desnorteado no octógono do Ultimate.

Profissional desde 2018 e descoberto no ‘Contender Series’, Knight conquistou sua segunda vitória na organização, sendo o primeiro nocaute. Com isso, o norte-americano ‘atualizou’ seu histórico para dez triunfos e dois reveses.

Por outro lado, Cherant ainda não conseguiu vencer no UFC. O lutador, que é ex-campeão do LFA, perdeu para Alonzo Manifield em sua estreia e voltou a ser derrotado. Ele sofreu sua terceira derrota, enquanto também tem sete resultados positivos.

Ramiz Brahimaj ‘apaga’ adversário e vence a primeira no Ultimate

R. Brahimaj finaliza S. Palatnikov no primeiro round. Foto: Reprodução/Instagram

Abrindo o card preliminar do UFC Las Vegas 34, Ramiz Brahimaj fez mais uma vítima com seu famigerado jiu-jitsu. No confronto contra Sasha Palatnikov, o norte-americano ‘apagou’ o rival com um mata-leão logo no primeiro round e venceu pela primeira vez com as luvas do Ultimate.

Coincidentemente, Brahimaj conseguiu todos seus triunfos no MMA via finalização. Em sua carreira, agora, o norte-americano tem nove resultados positivos e três negativos.

Com a segunda derrota seguida, Palatnikov se complica no Ultimate. O atleta, assim, tem um cartel de seis triunfos e quatro reveses em sua trajetória nas artes marciais.

Resultados do UFC Las Vegas 34

CARD PRINCIPAL (23hrs, horário de Brasília)

Peso médio: Jared Cannonier  x Kelvin Gastelum

Peso leve : Clay Guida  x Mark Madsen

Peso pesado : Parker Porter  x Chase Sherman

Peso galo : Trevin Jones x Saidyokub Kakharamonov

Peso leve : Vinc Pichel x Austin Hubbard

Peso mosca : Alexandre Pantoja x Brandon Royval

CARD PRELIMINAR (20hrs, horário de Brasília)

Peso pena: Austin Lingo x Luis Saldaña

Peso galo: Brian Kelleher x Domingo Pilarte

Peso galo : Josiane Nunes derrotou Bea Malecki por nocaute a 4m54s do R1

Peso meio-pesado: William Knight derrotou Fabio Cherant por nocaute aos 3m58s do R1

Peso leve: Ignacio Bahamondes derrotou Ignacio Bahamondes por nocaute aos 4m55s do R3

Peso meio-médio: Ramiz Brahimaj finaliza Sasha Palatnikov com um mata-leão a 2m32s do R1

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments