Cezar Mutante justifica má atuação em seu último combate e mostra confiança para as semifinais da PFL | SUPER LUTAS

Cezar Mutante justifica má atuação em seu último combate e mostra confiança para as semifinais da PFL

O lutador brasileiro explicou os motivos que não o permitiram atuar de forma plena no duelo contra Chris Camozzi, mas, garantiu estar livre dos problemas sofridos

C. Mutante após vitória pela PFL Foto: Instagram/@cezarmutant

Mesmo classificado para as semifinais do torneio dos meio-pesados (até 93kg) da PFL, Cezar Mutante ainda lamenta a sua derrota no último combate da temporada regular. O lutador brasileiro justificou sua má atuação citando uma lesão sofrida ás vésperas do duelo contra Chris Camozzi e mostrou confiança para o seu próximo confronto. A declaração foi dada em entrevista ao ‘MMA Junkie‘.

Veja Também

“A última luta não foi tão boa, eu nunca quero dar desculpas, mas aquela luta que eu tive contra o (Chris) Camozzi deveria ter sido cancelada, mas, eu não cancelei porque eu seria retirado do torneio. Dez dias antes da luta, eu não podia nem andar por causa de alguns problemas de dor nas costas que eu tinha. Tive que tomar muitos analgésicos, muitos medicamentos que me deixaram meio intoxicado”, contou Mutante.

O ex-lutador do UFC garantiu que está livre dos problemas de saúde e prometeu uma boa atuação nas semifinais do torneio dos meio-pesados.

“Para essa próxima luta, estou me sentindo ótimo. Tive um ótimo treinamento, sem lesões, sem medicação e se meu oponente me estudou com base na minha última luta, ele vai se surpreender porque o Cezar aqui está afiado. Chutes, socos, quedas…tudo está no ponto”, finalizou o lutador brasileiro.

Nas semifinais do torneio, Mutante irá medir forças contra Martin Hamlet no evento previsto para a próxima quinta-feira (27). Na temporada regular, o brasileiro nocauteou Nick Hoenrick no primeiro round e foi derrotado por Chris Camozzi na decisão unânime dos juízes. O campeão da segunda edição do ‘TUF Brasil’ possui um cartel no MMA de 14 vitórias e nove derrotas.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments