Ex-lutador do UFC polemiza e se posiciona contra lutadores que pedem por 'aumento' nos pagamentos | SUPER LUTAS

Ex-lutador do UFC polemiza e se posiciona contra lutadores que pedem por ‘aumento’ nos pagamentos

Em conversa com Dana White, Travis Browne opina sobre salário dos atletas do Ultimate e sai em defesa da organização

T. Browne defendeu o UFC sobre polêmica de pagamentos dos atletas. Foto: Reprodução/Twitter UFC

A crescente tendência de grandes lutas envolvendo youtubers no boxe abriu um questionamento sobre os pagamentos de lutadores no UFC, que é tido, por muitos, como a maior organização de MMA do mundo. E, em um episódio recente de seu podcast ‘Tough Business’, Travis Browne recebeu o presidente Dana White e tratou de sair em defesa da franquia, além de disparar contra outros atletas da empresa que tornaram pública a insatisfação.

Veja Também

“Vocês sempre me trataram bem. O pagamento está lá sempre cumpriu com que era assinado. E, na maioria das vezes, era até mais. Então, essas pessoas que estão reclamando, são p**** que estão chorando e reclamando. É como se eles fossem apenas pequenas m***** choronas”, disparou Browne, em duras palavras.

E Travis não parou por aí. Segundo ele, competir entre os melhores faz com que o pagamento esteja em ‘segundo plano’ e o UFC, como empresa, sempre tentou atender aos pedidos e a realidade de seus atletas.

“Isso não faz sentido para mim como homem. Eu assinei um contrato. Se eu quisesse receber mais, vocês eram francos sobre isso e diziam: ‘Ei, se você é um agente livre, vá encontrar um negócio melhor.’ Sempre senti que fazia parte do UFC. Quando um dos meus contratos acabou, tínhamos uma oferta maior, mas eu fiquei, tipo: ‘Olha, os melhores lutadores estão aqui no UFC, e eu não estou tentando ser um lutador de nível B. Estou tentando competir contra os melhores’, concluiu o norte-americano.

Travis Browne, de 39 anos, competiu no Ultimate entre 2010 e 2017. O norte-americano, em sua trajetória, venceu nomes como Alistair Overeem, Gabriel Napão e Stefan Struve. Entretanto, ele não compete a quatro anos, quando foi finalizado por Aleksei Oleinik no UFC 213.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments