Menosprezado por Khabib, Aldo rebate com desabafo revelador e crava: 'Ele perderia cedo ou tarde' | SUPER LUTAS

Menosprezado por Khabib, Aldo rebate com desabafo revelador e crava: ‘Ele perderia cedo ou tarde’

Brasileiro se mostra incomodado com últimas declarações do russo, que questionou o bom momento do ‘Campeão do Povo’ no UFC

J. Aldo (esq.) rebateu aos questionamentos feitos por K. Nurmagomedov há alguns dias. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Questionado por Khabib Nurmagomedov sobre seu bom momento no UFC, José Aldo não deixou o russo sem resposta. Dias depois de uma declaração polêmica do ex-campeão dos leves (até 70,3kg.), o manauara resolveu devolver a ‘gentileza’ e desabafou de forma categórica. Em entrevista ao ‘Mirror’, a lenda tupiniquim disparou de volta.

Veja Também

“O que Khabib disse me soou como desrespeito. Não sei por que ele menosprezou minha vitória sobre Pedro Munhoz. Ele disse que estou acabado e não tenho mais chances de conquistar o cinturão. Lembrou da minha derrota para Petr Yan, mas reveses também são parte do esporte. Ele teria perdido cedo ou tarde, se não tivesse fugido quando se tornou campeão. Na verdade, nunca tivemos problemas com ele”, disse Aldo, em trecho transcrito pelo ‘RT Sport’.

Lenda do peso pena (até 65,7kg.) do MMA, Aldo foi além. O brasileiro revelou que se ofereceu para enfrentar Khabib em um dos cancelamentos da ‘Luta dos Sonhos’ entre o russo e Tony Ferguson.

“Me ofereci para substituir Ferguson em uma luta, mas ele (Khabib) negou. Você entendeu que isso, no fim da sua carreira, era um equívoco e, agora, está tentando tirar os méritos de outros veteranos”, somou José.

Para encerrar, Aldo teceu um breve resumo sobre seu retrospecto recente e suas conquistas pessoais. Segundo o brasileiro, atuar em alto nível, hoje, tira a chance de arrependimento no futuro.

“Em 10, 20 anos, eu nunca me arrependi, porque estou atuando aqui e agora. Khabib vai se perguntar: ‘se eu seguisse lutando, poderia me tornar o melhor lutador de todos os tempos?’. É isso que está o consumindo por dentro”, encerrou.

Representante dos galos (até 61,2kg.) desde dezembro de 2019, Aldo vive um grande momento dentro da organização. Após um período de instabilidade, o manauara conseguiu se recuperar e, hoje, ocupa posição de destaque para uma futura disputa de cinturão no grupo liderado por Aljamain Sterling.

Considerado um dos maiores nomes na história recente do MMA, Khabib anunciou a aposentadoria no esporte em outubro da temporada passada. Depois de bater Justin Gaethje e unificar o título dos leves, o russo abandonou o esporte de forma invicta, com 29 triunfos no currículo.

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?