Luto no esporte! Lutador veterano morre após perder luta por nocaute no ‘boxe sem luvas’

Peso pesado de 38 anos, Justin Thornton faleceu semanas depois de ser nocauteado por Dillon Cleckler em combate no ‘Bare Knuckle Fighting Championship’ (BKFC)

J. Thornton faleceu aos 38 anos. Foto: Reprodução/Twitter BKFC

O mundo dos esportes de combate está em luto. Na manhã de segunda-feira (4), o lutador norte-americano Justin Thornton, de 38 anos, faleceu após uma lesão sofrida na derrota por nocaute para Dillon Cleckler na 20ª edição do Bare Knuckle Fighting Championship (BKFC), que ocorreu em 20 de agosto. A informação foi divulgada pelo ‘My MMA News’ e confirmada pelo presidente da organização, Dave Feldman.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Nesta manhã nós ficamos muito tristes ao sermos avisados sobre o falecimento de um dos nossos lutadores, Justin Thornton, que competiu no BKFC 20, em 20 de agosto de 2021. Nos juntamos ao resto da comunidade de esportes de combate para enviarmos nossas mais profundas condolências à sua família e entes queridos”, disse Feldman, em comunicado à imprensa.

No BKFC 20, Thornton encarou Cleckler em uma luta de pesos pesados (até 120,2kg.) e foi nocauteado com uma mão direita de seu oponente em apenas 18 segundos de duelo. Ele, inclusive, foi tirado do ringue em uma maca, sendo hospitalizado no mesmo dia – com direito à respirador.

PUBLICIDADE:

Ainda segundo relatórios divulgados por sua página oficial no ‘Facebook’, Thornton ficou parcialmente paralisado e esteve hospitalizado por várias semanas após o evento. Ele também tentava se recuperar de uma infecção na medula espinhal. A causa exata da morte, no entanto, ainda não foi informada.

Profissional desde 2008, Justin Thornton teve um cartel de oito vitórias e 16 derrotas – todas elas em circuitos regionais – e não ganhava um confronto desde 2016. O embate contra Dillon Cleckler, aliás, foi uma revanche. Na primeira oportunidade, em 2013, seu adversário também o venceu, em duelo válido pelo evento ‘Island Fights’.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?