Brunson pressente que Whittaker não estará disponível para Adesanya em janeiro e já se oferece para luta

Na linha de frente para uma disputa de cinturão, veterano acredita que será escalado como substituto para o UFC 270

D. Brunson em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Na linha de frente para uma futura disputa de cinturão no peso médio (até 83,9kg.), Derek Brunson não quer estragar a festa de Robert Whittaker, mas tem um mau pressentimento sobre a presença do atleta no UFC 270. Em entrevista ao ‘The Schmo’, o veterano admitiu acreditar que o ex-campeão não será o adversário de Israel Adesanya em 22 de janeiro, conforme o programado, e já se ofereceu como substituto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Por alguma razão, eu sinto que Whittaker não vai estar naquela luta. Não estou desejando nada de ruim para ele, mas eu sinto. Será a minha oportunidade para ter aquela disputa de cinturão”, disse o atleta.

Representante do Ultimate desde 2012, Brunson está perto de realizar seu sonho. O atleta vive um grande momento e tem provado dentro do octógono, já que soma cinco vitórias consecutivas.

PUBLICIDADE:

Em sua última luta, no início de setembro, Derek bateu Darren Till por finalização. Depois do feito, o combatente de 37 anos se manteve no top 5 da categoria de Israel.

Atual número quatro, Brunson não sabe o que é perder há quase três anos. Curiosamente, seu último tropeço aconteceu diante de Adesanya, quando o nigeriano ainda não ostentava o título do grupo.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS