Mesmo com Gane pela frente, Ngannou admite que preferia enfrentar Jones por cinturão dos pesados

Campeão linear do grupo até 120,2kg. admite bom confronto contra francês, em janeiro, mas não esquece possível superluta contra lenda

F. Ngannou (esq.) segue sonhando em um confronto contra J. Jones (dir.). Foto: Montagem SUPER LUTAS

Em momento delicado de sua relação com o Ultimate, Francis Ngannou voltou a polemizar. Adversário de Ciryl Gane para o UFC 270, em janeiro, o campeão linear dos pesados (120,2kg.) elogiou o rival, mas admitiu que o compromisso não é o dos sonhos. Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, o ‘gigante’ voltou a lembrar de Jon Jones.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“É uma boa luta (contra Gane). Você precisa estar atento ao perigo de qualquer confronto. É um bom adversário, mas não no nível um embate contra Jon Jones, por exemplo. Não é a mesma coisa”, afirmou Francis.

Campeão do Ultimate desde março, Ngannou nunca escondeu o desejo de dividir o octógono contra a lenda dos meio-pesados (até 93kg.). A difícil relação de ‘Bones’ com a empresa, o tempo de preparação para a migração aos pesados e as polêmicas fora do MMA, porém, dificultaram o acerto com o norte-americano.

PUBLICIDADE:

Enquanto Jones segue fora, é com Ciryl que Francis promoverá seu retorno ao ‘campo de luta’. Em 22 de janeiro, os atletas se enfrentarão em duelo válido pela unificação do título dos pesados.

Em agosto, Gane fez história ao se tornar mais um campeão interino no grupo até 120,2kg. Para chegar ao cinturão, o francês precisou passar por Derrick Lewis, que vivia grande momento na organização.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS