Equipe do SUPER LUTAS debate: Fedor Emelianenko é o melhor peso pesado de todos os tempos?

Jornalistas fazem aquecimento para possível luta de despedida do russo no Bellator 269 e discutem legado do 'Último Imperador' na história da divisão

F. Emelianenko (foto) retorna ao Bellator neste sábado (23). Foto: Reprodução/Facebook Bellator

Neste sábado (23), um dos atletas mais emblemáticos da história do MMA pode fazer sua luta de despedida. Em Moscou, na Rússia, Fedor Emelianenko enfrenta Tim Johnson no evento principal do Bellator 269. Grande nome do extinto PRIDE, o ‘Último Imperador’, inclusive, passou por mais de oito anos sem saber o que era perder e é tido, por muitos, como o melhor lutador da história dos pesados (até 120,2kg.).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Apesar disso, o nome de Emelianenko na prateleira de GOAT – Great of All Times (O melhor de todos os tempos) passou a ser questionado com o surgimento e crescimento do UFC. Ele nunca chegou a pisar no octógono e critica frequentemente o presidente da companhia, Dana White.

Por isso, a equipe do SUPER LUTAS debateu: o russo é, de fato, o melhor peso pesado de todos os tempos?

PUBLICIDADE:

Eduardo Oliveira, editor de conteúdo e fundador do SUPER LUTAS

“Todos os dias a história é escrita diante de nossos olhos e só damos o devido valor quando ela vira história. Fedor marcou uma geração de lutadores. Ele não foi apenas o melhor peso pesado de uma época, mas o melhor peso por peso. Entretanto, no esporte, como já dito, a história é escrita diariamente. Por isso, hoje, coloco Stipe Miocic como o maior peso pesado de todos os tempos. Como as carreiras de Fedor e Miocic ainda não terminou, essa posição não é definitiva. Assim como Ngannou ou Gane podem, num futuro não tão distante, alcançar o ápice da divisão”, afirmou.

Fernando Keller, redator e repórter do SUPER LUTAS

“Sim, Fedor é o melhor peso pesado da história. Um cara do tamanho e do porte físico dele ficar 10 anos e 30 lutas invicto nos pesados – ignorando a derrota (contra Tsuyoshi Kohsaka) por um corte que foi vingada depois –  já deve ser o suficiente para justificar”, analisou.

PUBLICIDADE:

Laerte Viana, host do SUPER LUTAS no YouTube

“Acho que o Fedor está diretamente ligado a uma quebra de paradigmas nos pesos pesados, porque sempre fomos acostumados com aqueles brutamontes, caras fortes e grandes. E Fedor era (reconhecido) pela técnica. Quebrava o estereótipo sendo mais baixinho e, mesmo assim, a qualidade técnica era tão grande que supria a desvantagem de tamanho. Mas, ao mesmo tempo, eu acho que o fato de não ter pisado no UFC – embora tenha feito história em outra época, isso acaba deixando uma dúvida. Então, pelos desafios enfrentados, eu acho que Stipe Miocic fez mais e é o número um”, declarou.

PUBLICIDADE:

Gabriel Fareli, redator e repórter do SUPER LUTAS

“Julgar ou apontar o melhor ou maior de qualquer esporte, sempre é uma discussão controversa. Traz pontos de vista e opiniões diferentes e que, necessariamente, não traz uma verdade absoluta. Mas não dá pra negar a importância de Fedor para a história da divisão dos pesados e até das artes marciais mistas. Quase 10 anos de invencibilidade na maior organização de artes marciais até então, derrotando nomes como Rodrigo Minotauro, Mark Coleman, Mirko Cro Cop, Mark Hunt e Andrei Arlovski não é algo que qualquer um possa fazer. Sendo o melhor da história ou não, a importância de Fedor para a categoria e para o MMA é gigante. E isso basta”, disse.

Tarso Dória, host do SUPER LUTAS no YouTube

“Fedor é fundamental no MMA, principalmente nos pesados. Entendo que já existe um outro período. Quando estava em seu auge, o esporte era diferente. Mas, com a evolução do esporte, ele não fez uma transição tão boa para o Ocidente. Teve alguns resultados legais no Strikeforce e até no próprio Bellator. O Fedor é gigantesco, mas eu o colocaria como o melhor apenas na ‘primeira fase’ do vale-tudo/MMA. Olhando para a fase unificada, com a ascensão do UFC, acho que temos nomes muito mais condecorados. Temos Daniel Cormier, Fabrício Werdum, Stipe Miocic… Podemos dizer que ele é o melhor dos pesados até o momento, mas os outros atletas ainda não pararam oficialmente. É o melhor atualmente, só não é um estado permanente, na minha opinião”, ponderou.

VH Gonzaga, redator e repórter do SUPER LUTAS

“Para mim, ele não é o maior de todos os tempos. Está entre os três melhores, mas o esporte evolui e, com isso, o nível dos lutadores aumenta. Ficou faltando uma ida ao UFC – embora não seja culpa dele. Se ele tivesse ido e se provado, talvez poderia ser considerado como o melhor. Então, para mim, o Stipe Miocic é o melhor peso pesado de todos os tempos. É o lutador que mais defendeu cinturão. Eu ainda colocaria o Velásquez em primeiro, mas as lesões o atrapalharam”, finalizou.

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS