Sem lamentações; Cory Sandhagen mantém otimismo e promete evolução após derrota para Yan no UFC 267

O número três do ranking reconheceu os méritos do atual campeão interino, cravou que irá tirar boas lições e voltar mais forte ao octógono

C. Sandhagen comemora após uma de suas vitórias pelo Ultimate Foto: Instagram

Derrotado em seus dois últimos combates pelo UFC, Cory Sandhagen não quis saber de lamentações e tristeza. Em entrevista ainda no octógono após o UFC 267, o peso galo (até 61,2kg) elogiou o seu adversário, Petr Yan e prometeu voltar mais forte para o seu próximo combate.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Aos 42 anos, Glover faz história, finaliza Blachowicz e conquista o cinturão dos meio-pesados no UFC 267

Veja Também

“Ele é um grande lutador, cara. Petr estava melhor esta noite, não tenho muito mais a dizer. Eu sempre quero lutar contra os melhores do mundo. Sei que é isso que vai me fazer o melhor artista marcial que posso ser. Estou grato por poder fazer isso hoje nessa noite. Eu vou tirar lições, vou aprender com ele e da próxima vez que eu enfrentá-lo, eu vou ter a vitória”, afirmou Sandhagen.

PUBLICIDADE:

Número três do ranking dos galos, Sandhagen vem fase complicada na carreira. Antes da derrota para Petr Yan na disputa do cinturão interino, o norte-americano foi derrotado pelo ex-campeão TJ Dillashaw no último mês de julho. O combatente possui um cartel de 14 triunfos e quatro reveses no MMA profissional.

 

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?