Colby Covington usa expressão inusitada para definir revanche contra Kamaru Usman

Às vésperas do UFC 268, o norte-americano afirmou que se sente como 'uma criança antes do natal', tamanha a expectativa para o novo duelo contra o campeão

C. Covington terá sua revanche contra K. Usman no UFC 268. Foto: Montagem/ SUPER LUTAS

A semana da tão aguardada revanche chegou. Sonhando em devolver a derrota sofrida para o campeão dos meio-médios (até 77,1kg) Kamaru Usman em 2019, Colby Covington usou uma expressão inusitada para definir a luta principal do UFC 268 do próximo sábado (06). Em entrevista ao site ‘TMZ Sports‘, o desafiante afirmou que se sente ‘como uma criança antes do natal’ , tamanha é a sua empolgação para o confronto.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Aos 42 anos, Glover faz história, finaliza Blachowicz e conquista o cinturão dos meio-pesados no UFC 267

Veja Também

“Cara, eu me sinto como uma criança antes do Natal. Estou tão empolgado que finalmente consegui o que tenho implorado. A maioria das pessoas disse que a luta não foi competitiva na primeira vez que lutamos. Cara, eu bati nele por vários rounds. Ele teve que fazer várias faltas em vários rounds. Eu o chutei no fígado e eles o chamaram de louco. Eu o balancei com um chute alto, ele estava fingindo que acertou o olho direito quando, na verdade, mal raspou. Sabemos que ele é um ator terrível”, afirmou Colby.

PUBLICIDADE:

O norte-americano citou as mudanças ocorridas na carreira dos dois atletas, no intervalo entre os dois combates, e cravou que sairá campeão do duelo que ocorrerá no UFC 268.

“A grande coisa é que esse duelo já está no passado agora. Agora podemos ver a evolução de nossos jogos. Faz dois anos desde que lutamos pela primeira vez. Ele está em uma nova academia, eu estou em uma nova academia. Tenho uma nova energia ao meu redor, grandes treinadores… Só sei que esse é o meu destino. Eu serei o campeão indiscutível do UFC. Madison Square Garden, dia 6 de novembro”, cravou Covington.

PUBLICIDADE:

Número um do ranking dos meio-médios, Colby terá a sua segunda oportunidade de conquistar o cinturão que hoje pertence a Kamaru Usman. Na primeira ocasião, em dezembro de 2019, o nigeriano nocauteou o ‘Chaos’ no quinto round, em um combate muito apertado. O norte-americano possui um cartel no MMA de 16 triunfos e dois reveses.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?