Petruzelli segue Babalu e é mais um a se aposentar após o Bellator 96

Momento mais marcante da carreira do americano foi o nocaute sobre Kimbo Slice, diante de audiência recorde

Petruzelli comemora seu nocaute sobre K. Slice no EliteXC. Foto: Dave Mandell/Sherdog

Petruzelli comemora seu nocaute sobre K. Slice no EliteXC. Foto: Dave Mandell/Sherdog

O meio-pesado brasileiro Renato Babalu decretou sua aposentadoria na última quarta-feira, ainda no cage, depois de ter sido derrotado numa das semifinais do torneio da categoria no Bellator 96. Dois dias depois, o norte-americano Seth Petruzelli, que também perdeu no torneio, seguiu o caminho do carioca.

Petruzelli confirmou nesta sexta-feira que também está oficialmente aposentado do MMA. O lutador foi violentamente nocauteado por King Mo Lawal ainda no primeiro round e deu adeus à chance de disputar o cinturão do Bellator. O americano decreta o fim de sua carreira aos 33 anos e cartel de 14-8, com 12 vitórias por nocaute e apenas uma por decisão.

Profissional desde 2000, o faixa preta de caratê e jiu-jítsu passou por alguns dos mais importantes eventos da história do esporte. Ele foi semifinalista do TUF 1, disputou quatro lutas oficiais no UFC e uma no WEC. Mas seu momento mais marcante aconteceu na única luta que realizou no extinto EliteXC.

No dia 4 de outubro de 2008, Petruzelli tornou-se o primeiro a nocautear a estrela das lutas de rua Kimbo Slice, na luta principal do EliteXC: Heat. Kimbo era tão famoso que o evento alcançou audiência de quase 5 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, uma das maiores da história do esporte no país. Além da vitória de Petruzelli sobre Kimbo, o evento viu Jake Shields defender o cinturão meio-médio contra Paul Daley, Andrei Arlovski nocautear Roy Nelson, Murilo Ninja ser nocauteado por Benji Radach, além das lutas das primeiras estrelas do MMA feminino, Gina Carano e Cristiane Cyborg.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments