Ex-adversário, Jorge Masvidal questiona motivação de Nate Diaz para seguir competindo no MMA

‘Jesus das Ruas’ sugere que ‘bad boy’ possa estar enfrentando problemas financeiros; os dois lutadores já se enfrentaram em novembro de 2019

J. Masvidal (esq.) e N. Diaz (dir.) já se enfrentaram por título simbólico no UFC 244. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Em meio às especulações sobre seu próximo passo no MMA, Nate Diaz segue sendo relevante nos esportes de combate e é constantemente desafiado por grandes nomes da modalidade. Mas Jorge Masvidal questiona a continuidade do ‘bad boy’ na carreira e sugere que uma motivação financeira possa estar pesando para que seu antigo adversário siga competindo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu não sei o que Nick Diaz está passando. Não sei se está com algum problema com a Receita Federal, mas na academia eu não posso competir mais com atletas mais jovens que eu. Eu sei quando for minha hora para parar e estou bem financeiramente. Não me vejo em uma situação que eu precise lutar por dinheiro, mas sim porque isso está em meu DNA e eu amo”, palpitou Masvidal em entrevista ao ‘The MMA Hour’.

Coincidentemente, Jorge Masvidal e Nate Diaz já competiram pelo cinturão simbólico do BMF (lutador mais durão), disputado no UFC 244, em Madison Square Garden (EUA). Na ocasião, o ‘Jesus das Ruas’ conseguiu sair com a vitória após ‘bad boy’ sofrer um corte profundo no supercílio e não ter condições de voltar ao combate. Posteriormente, uma revanche chegou a ser cogitada, mas nunca chegou a sair do papel.

PUBLICIDADE:

Derrotado na disputa de cinturão em suas últimas duas lutas, Masvidal busca uma nova oportunidade de voltar a lutar pelo topo da divisão e enfrentaria Leon Edwards no UFC 269, mas se machucou e foi obrigado a sair do card.  Já Nate Diaz tem apenas mais uma luta no contrato com o Ultimate e sugeriu que pode competir em dezembro. Além disso, o ‘bad boy’ também projeta migrar ao boxe no futuro e até já cogitou um duelo contra o youtuber Jake Paul.

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS