Adversário de Michael Chiesa, Sean Brady revela ter superado grave problema de saúde: ‘Pensei que iria perder o pé’

Em entrevista ao 'MMA Junkie', o norte-americano contou que sofreu um corte no pé, contraiu uma bactéria e quase precisou amputar o membro

S. Brady vai enfrentar M. Chiesa no UFC Vegas 43 Foto: Instagram

Antes de enfrentar o veterano Michael Chiesa no UFC Las Vegas 43, o meio-médio (até 77,1kg) Sean Brady teve que superar um gravíssimo problema de saúde. Em entrevista ao ‘MMA Junkie‘, o norte-americano revelou que sofreu um corte no pé durante o seu treinamento, contraiu uma bactéria e quase teve que amputar o membro devido as complicações.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Antigo desafeto, Rafael dos Anjos manda recado a Conor McGregor: ‘Vejo você em 2022’

Veja Também

“Estou super grato por estar de volta. Houve um ponto em que eu estava no hospital. Eu não podia andar. Pensei que ia perder o pé. Eu, minha noiva, minha mãe, estávamos muito assustados. Felizmente, tudo deu certo e eu sou super afortunado por estar aqui e estou animado”, afirmou Brady.

PUBLICIDADE:

Passado o susto, Sean enfatizou o quão feliz estava por voltar a rotina de um lutador profissional e revelou que ‘se divertiu’ em cada momento da sua preparação.

“Estou super feliz por estar aqui. Cortar peso sempre é uma droga, mas, estou gostando de cada parte disso. Todo o meu camp de treinamento…eu gostava de cada sessão, cada corrida, gostava de tudo nele”, finalizou o meio-médio.

PUBLICIDADE:

Na décima quarta colocação do ranking da categoria, Brady possui um cartel invicto de 14 vitórias no MMA profissional. Contratado pelo Ultimate em 2019, o norte-americano venceu os combates contra Court McGee, Ismail Naurdiev, Christian Aguilera e Jake Mathews, todos com as luvas da empresa.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS