Retirada do ranking, Joanna Jedrzejczyk revela ‘luta a se fazer’ para promover seu retorno ao MMA

Ex-campeã dos palhas mostra interesse em reviver rivalidade com Weili Zhang; polonesa já havia sugerido embate com Carla Esparza

J. Jędrzejczyk em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook Joanna Jędrzejczyk

Fora de ação há quase dois anos, Joanna Jedrzejczyk parece estar disposta a retomar sua carreira no MMA. Ex-campeã dos palhas (até 52,1kg.) do Ultimate, a polonesa admitiu o interesse de reviver uma das melhores lutas na história da modalidade. Em entrevista ao ‘South China Morning Post’, a atleta falou sobre a vontade de promover a revanche contra Weili Zhang.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“(Zhang) deve ser a próxima, caso Rose (Namajunas) não esteja pronta para lutar em março, ou abril. Acho que ela (a campeã) quer descansar, porque ela teve uma grande performance (no UFC 268) e foi um confronto muito duro de cinco rounds. Aposto que ela quer aproveitar seu tempo como campeã, humana. Vamos ver”, disse Joanna.

Com Namajunas fora por tempo indeterminado, Weili, então, seria a prioridade para Jedrzejczyk. A polonesa, porém, recentemente admitiu que Carla Esparza poderia ser um nome de interesse.

PUBLICIDADE:

Com 34 anos, Joanna é considerada uma das maiores nomes na história do peso palha feminino. Hoje, a combatente soma 20 confrontos como profissional no MMA, tendo 16 vitórias e quatro derrotas.

Por sua inatividade, Jedrzejczyk, que ocupava lugar de destaque no grupo, acabou retirada do ranking. Uma vitória sobre uma adversária da elite pode fazer com que a ex-campeã retome o prestígio dentro do grupo.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS