Podcast #41

Aldo renasce nos galos; campeões, Do Bronx e Amanda Nunes vencem no UFC 269?

Ketlen Vieira tem luta dura, mas passa por Miesha Tate e se aproxima de luta por cinturão após UFC Las Vegas 43

Brasileira supera experiência de ex-campeã dos galos e convence juízes, vencendo embate na decisão unânime na luta principal deste sábado

K. Vieira derrotou M. Tate no UFC Las Vegas 43. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa brasileira para o peso galo (até 61,2kg.), Ketlen Vieira passou pelo maior compromisso de sua carreira. Adversária de Miesha Tate na luta principal do UFC Las Vegas 43, realizado neste sábado (20), a combatente não teve vida fácil, mas conseguiu superar a ex-campeã da categoria. Ao fim de cinco rounds movimentados, a tupiniquim foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Veja Também

K. Vieira em anúncio de vitória no UFC Las Vegas 43

Com o resultado, Ketlen, além de defender a sétima posição no grupo liderado por Amanda Nunes, voltou a vencer na organização. Agora, a combatente soma 12 vitórias como profissional no MMA e se aproxima de uma luta pelo cinturão do grupo.

Campeã dos galos em 2016, Tate tentou, mas não conseguiu superar os golpes precisos da brasileira. O tropeço da norte-americana marcou o primeiro revés da atleta desde que a lutadora deixou a aposentadoria.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou com Miesha tomando a iniciativa com um jab. A brasileira respondeu com um cruzado, que tocou o rosto da ex-campeã. Vieira voltou a agredir a adversária com nova combinação, que pareciam abalar a norte-americana. Tate seguia sem conseguir parar as ações da brasileira, que continuava em vantagem na luta em pé. Miesha buscava entrar no raio de ação da tupiniquim, mas acabava golpeada pela atleta, que mostrava segurança no embate. Perto do minuto final, a norte-americana teve um bom momento, quando passou atingiu a tupiniquim com combinação de socos. A ex-campeã passou a pressionar Ketlen contra as grades, mas a brasileira se desvencilhou. Nos segundos finais, Vieira tentou uma queda, mas a norte-americana se defendeu bem, travando o confronto até o gongo soar.

Na segunda etapa, Tate partiu para cima e atingiu a brasileira com um overhand. A brasileira respondeu na mesma moeda. O duelo seguia tenso, com as combatentes buscando o nocaute. O duelo seguia ‘lá e cá’, com as atletas lançando ataques pesados que tocavam os rostos. Restando dois minutos para o fim da etapa, Tate conectou um chute limpo no rosto da brasileira, que balançou. A norte-americana tentava se aproveitar do bom momento e seguia caminhando na direção da tupiniquim. Nos segundos finais, a ex-campeã voltou a surpreender com um direto, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

O terceiro round começou com Tate tentando encurtar a distância, mas Ketlen freava as ações da ex-campeã com jabs. A brasileira seguia pontuando com combinações de socos, que tocavam o rosto da ex-campeã No minuto final, um cruzado da brasileira balançou a norte-americana, que imediatamente partiu para a luta agarrada. Pressionando a tupiniquim contra as grades, Miesha tentava a queda, mas Vieira se defendeu bem. Nos segundos finais, a ex-campeã tentava pressionado, mas o cronômetro zerou.

PUBLICIDADE:

No quarto assalto, as atletas partiram para a trocação franca. Tate encurtou com um chute na linha de cintura e, na sequência, encaixou um direto limpo no rosto da tupiniquim, que absorveu bem. Passado pouco mais de um minuto, Miesha partiu para as pernas de Vieira e conseguiu uma queda. A brasileira conseguiu se levantar, mas a ex-campeã seguia grudada à Ketlen. A norte-americana continuava pressionando a brasileira contra as grades e tentava anular o jogo da adversária. Restando dois minutos, Vieira conseguiu se desvencilhar o embate voltou a ser disputado no centro do octógono. Tentando o nocaute, as lutadoras passaram a trocar golpes potentes. Perto do fim do round, Ketlen passou a levar a melhor na trocação, encaixando socos no rosto da oponentes, mas não havia mais tempo.

O último round começou pegando fogo. As atletas deixavam tudo no octógono e aceitavam a trocação franca. Ainda no primeiro minuto, Miesha fintou um ataque e tentou uma queda na brasileira, que se defendeu bem. Vieira respondeu com um cruzado e balançou a ex-campeã. Tate conseguiu se recuperar e tentava dar o troco. Ketlen continuava caminhando para frente e pontuando com jabs e diretos. Restando pouco mais de um minuto, Miesha apresentava um sangramento significante no rosto. A ex-campeã, no entanto, mostrava vontade e não desistia do embate. Os jabs da brasileira seguiam impedindo a aproximação da norte-americana, que tinha as ações frustradas pela tupiniquim. O assalto acabou com as atletas trocando ataques no centro do octógono.

RESULTADOS DO UFC Las Vegas 43

CAR PRINCIPAL

Peso galo: Ketlen Vieira derrotou Miesha Tate na decisão unânime dos juízes (48-47, 49-46, 48-47)

Peso meio-médio: Sean Brady derrotou Michael Chiesa na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Taila Santos finalizou Joanne Wood com um mata-leão a 4m49s do R1

Peso galo: Rani Yahya derrotou Kyung Ho Kang na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Adrian Yanez derrotou Davey Grant na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Pat Sabatini derrotou Tucker Lutz na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso leve: Rafa Garcia derrotou Natan Levy na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha: Loopy Godinez derrotou Loma Lookboonmee na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Cody Durden derrotou Aoriqileng na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Shayilan Nuerdanbieke derrotou Sean Soriano na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha: Luana Pinheiro derrotou Sam Hughes na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Podcast #41: José Aldo de volta ao topo + Charles do Bronx e Amanda Nunes no UFC 269