Experiência prevalece e Rani Yahya bate Kyung Ho Kang por pontos no UFC Las Vegas 43

Brasileiro faz valer qualidade na luta no chão e supera sul-coreano no card principal deste sábado

R. Yahya em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Venceu a experiência. Primeiro brasileiro a subir no octógono no card principal do UFC Las Vegas 43, Rani Yahya provou que ainda tem condições de atuar em alto nível dentro da organização. Adversário de Kyung Ho Kang neste sábado (20), o veterano fez valer sua excelência na luta agarrada e superou a qualidade na trocação do rival. Ao fim de três rounds, o tupiniquim foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com a vitória, Rani confirmou o bom momento na carreira. O atleta de 37 anos chegou ao segundo resultado positivo em sequência.

Derrotado pelo brasileiro, Kang teve seu bom momento no Ultimate. O sul-coreano somava três resultados positivos consecutivos.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou com os atletas trocando golpes no centro do octógono. Enquanto o brasileiro apostava nos chutes baixos, Kang soltava jabs e diretos. Ainda no primeiro minuto, Rani voou nas pernas do adversário e buscou a primeira queda. Kyung fazia força e tentava impedir que Yahya colocasse sua estratégia em prática. O sul-coreano conseguiu se desvencilhar e o duelo voltou a ser disputado de pé. Na trocação, Kyung levava a melhor e tocava mais o brasileiro com jabs e diretos. O sul-coreano seguiu agressivo e continuava castigando o tupiniquim, que não conseguia se impor. Nos segundos finais, Rani voltou a tentar uma queda, mas não havia mais tempo.

Logo no início do segundo assalto, Yahya balançou com um cruzado de direita de Kang. Em desvantagem, o brasileiro partiu para as pernas e levou o duelo para o chão. O tupiniquim chegou às costas e passou a ensaiar uma finalização. Kyung se defendia, mas Rani procurava brechas para o mata-leão. O tupiniquim continuava em vantagem e não permitia que o rival reagisse. No minuto final, Yahya seguiu colado ao adversário até o cronômetro zerar.

PUBLICIDADE:

O último round começou com nova trocação franca e com Kang levando a melhor. O sul-coreano voltou a levar a pior e, de novo, partiu para a queda. Em posição de vantagem, o brasileiro voltou a ensaiar uma finalização. No chão, o tupiniquim seguiu comprovando sua superioridade. Enquanto Kang tentava sair da posição, Rani seguia controlando. No minuto final, o brasileiro continuava dominando e golpeava o adversário com ataques de cima para baixo. O confronto acabou com o brasileiro atacando por cima.

PUBLICIDADE:

Adrian Yanez bate Davey Grant em luta equilibrada

A. Yanez (dir.) derrotou D. Grant (esq.) no UFC Las Vegas 43. Foto: Reprodução/Instagram

Na luta que abriu o card principal do UFC Las Vegas 43, equilíbrio total. Representante do peso galo (até 61,2kg.), Adrian Yanez não teve vida fácil, mas conseguiu convencer dois dos três juízes laterais após três rounds de batalha contra Davey Grant. Ao fim de 15 minutos, o atleta foi declarado vencedor na decisão dividida.

Com a vitória, Yanez ampliou sua série invicta no Ultimate. Agora, o combatente soma quatro triunfos consecutivos e não sabe o que é perder com as luvas da organização.

Derrotado no show, Grant não escondeu a decepção após o anúncio oficial. O atleta chegou ao segundo tropeço seguido no evento.

RESULTADOS DO UFC Las Vegas 43

CAR PRINCIPAL

Peso galo: Ketlen Vieira derrotou Miesha Tate na decisão unânime dos juízes (48-47, 49-46, 48-47)

Peso meio-médio: Sean Brady derrotou Michael Chiesa na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Taila Santos finalizou Joanne Wood com um mata-leão a 4m49s do R1

Peso galo: Rani Yahya derrotou Kyung Ho Kang na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Adrian Yanez derrotou Davey Grant na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Pat Sabatini derrotou Tucker Lutz na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso leve: Rafa Garcia derrotou Natan Levy na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha: Loopy Godinez derrotou Loma Lookboonmee na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Cody Durden derrotou Aoriqileng na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Shayilan Nuerdanbieke derrotou Sean Soriano na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha: Luana Pinheiro derrotou Sam Hughes na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS