Treinador de Adesanya diz que revanche contra Whittaker no UFC 271 pode não acontecer; entenda

Eugene Bareman afirmou que o australiano está 'fugindo' de questões contratuais e pode ser ultrapassado pelo título dos médios

I. Adesanya (esq.) e R. Whittaker pode não acontecer no UFC 271. Foto: Reprodução/YouTube

Prevista como uma das principais lutas no início de 2022, a revanche entre Israel Adesanya e Robert Whittaker pelo título dos médios (até 83,9kg.), programada para o UFC 271 do dia 12 de fevereiro pode não acontecer. Em entrevista à ‘Submission Radio’, o empresário do nigeriano, Eugene Bareman, afirmou que o australiano está mostrando uma insegurança para fazer o duelo sair do papel.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Rob (Whittaker) e seu maravilhoso empresário não podem garantir essa luta e estão em pânico. Deixe a gente cuidar do negócio, porque vocês são incapazes. Essa equipe administrativa é incapaz. Então, nós apenas cuidaremos do lado comercial das coisas. E pare de publicar indiretas nas redes sociais, porque isso não resolve nada e só mostra que você está inseguro em relação à luta”, disparou Bareman.

Apesar do ‘ultimato’, Eugene também levandou a hipótese de promover um combate entre Adesanya e Whittaker em um estádio na Austrália no futuro, mas afirmou que outro lutador pode ‘furar a fila’ pelo título dos médios.

PUBLICIDADE:

“Talvez possamos ter essa luta em um grande estádio na Austrália. Talvez seja a coisa certa a fazer. Podemos colocar outra pessoa no título em fevereiro. (Whittaker) teve a luta pelo título, mas agora ele pode ter que ser ultrapassado”, finalizou.

Israel Adesanya e Robert Whittaker se enfrentaram pela primeira vez em outubro de 2019, com vitória por nocaute do nigeriano, que conquistou o cinturão naquela noite. De lá pra cá, Adesanya defendeu o título em três oportunidades e Whittaker se credenciou para a revanche com três vitórias consecutivas.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico