Após vencer Amanda Nunes, Julianna Peña fecha as portas para luta contra Kayla Harrison

Venezuelana afirmou que a norte-americana está lutando em 'ligas B' e prefere dar uma chance de revanche à 'Leoa'

J. Peña em coletiva de imprensa antes do UFC 269. Foto: Reprodução/ Instagram @venezuelanvixen

Depois de chocar o mundo ao finalizar Amanda Nunes e conquistar o cinturão dos galos (até 61,2kg.) no UFC 269 do último sábado (11), Julianna Peña parece, de fato, estar focada na revanche. Inclusive, em entrevista ao ‘MMA Junkie’, a venezuelana fechou as portas para um combate contra Kayla Harrison, que negocia contrato com a organização após sair da PFL.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Acho que ela [Kayla Harrison] é a menor parceira de treino da Amanda Nunes. Então, se for esse o caso e eu acabei de derrotar Amanda, não sei realmente em que tipo de posição isso a colocaria. Mas ela tem lutado nas ligas B, sabe? E estou lutando no UFC, no topo da categoria em uma maior liga do esporte, sabe? Então eu realmente não presto muita atenção no que ela está fazendo. Mas agora, se vou falar sobre lutas, Amanda é a única luta que acho que faz sentido para mim. Quero dar a ela essa revanche”, disse Peña.

A ideia de Julianna, desde que vestiu o cinturão, é promover a revanche contra a ‘Leoa’. Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, ela expressou desejo em tirar umas férias antes de defender seu título pela primeira vez. Aos 32 anos, ela conta com um cartel de 12 resultados positivos e quatro negativos.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico