Deiveson Figueiredo afirma que Jon Jones é o único lutador capaz de vencer Ciryl Gane

Brasileiro acredita que estilo de luta do ‘Bones’ faria a diferença em eventual disputa contra francês

D. Figueiredo (dir.) aplica um ‘mata-leão’ em J. Jones (esq.). Foto: Reprodução/Instagram @daico_deusdaguerra

Com a chance de recuperar o cinturão dos moscas (até 56,7kg.), Deiveson Figueiredo enfrenta Brandon Moreno no UFC 270 do próximo sábado (22). E, como parte da preparação para o combate, o brasileiro esteve no mesmo ambiente de Jon Jones na ‘Right Ready’, no Arizona (EUA).

PUBLICIDADE:

Veja Também

A vivência com ‘Bones’, inclusive, fez com que a análise do brasileiro sobre a divisão dos pesados (até 120,2kg.) tenha mudado e, agora, Figueiredo acredita que Jones seja o único lutador capaz de tirar a invencibilidade do francês Ciryl Gane.

“Acredito que (Gane) lutará contra Ngannou (e vencerá no UFC 270). Ele está solto e se movimenta bem. Eu acredito nele. Se ele fizer o jogo certo, ele pode levar o cinturão – e Jones definitivamente o tirará dele. Jones é esperto com os pés. Quando você tem mãos pesadas e não consegue nocauteá-lo, eles tentam lutar com ele. Não vejo esse jogo em Ngannou. E eu acho que todo lutador que luta com Ngannou, uma vez que você evita seus primeiros golpes e ele se cansa”, disse Figueiredo em entrevista ao podcast ‘Trocação Franca’.

PUBLICIDADE:

Antes de sua trilogia no UFC 270, Deiveson falou sobre sua relação com Jones. Ele, inclusive, relata que pediu por uma foto com o ‘Bones’ após uma sessão de treinamentos na academia e brincou com um ‘mata-leão’ aplicado no norte-americano.

“Quero que você suba nas minhas costas e me dê um mata-leão. Não acreditei que estava subindo nas costas dele. Eu parecia uma daquelas pequenas bolsas da Louis Vuitton ou Gucci nas costas”, brincou.

PUBLICIDADE:

Enquanto Figueiredo se prepara para o UFC 270, Jon Jones ainda ensaia seu retorno ao MMA. O ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg.) está em processo de migração para a divisão até 120,2kg. e se diz atento à movimentação da organização.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano