AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Após atualizações sobre suposto motivo de prisão, lutadores se mobilizam para pedir libertação de Velasquez

Ex-campeão do UFC foi preso após tentativa de homicídio; segundo o jornal ‘San Jose Mercury-News’, ele teria tentado matar um homem acusado de molestar uma parente próxima do lutador; caso segue sob investigação

C. Velasquez em preparação para luta no UFC. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

Lutadores se mobilizaram nas redes sociais para pedir a libertação do ex-campeão peso pesado (até 120,2kg.) Cain Velasquez, preso na última segunda-feira (28), na Califórnia (EUA), sob acusação de tentativa de homicídio após atirar contra um carro ocupado por três pessoas.

PUBLICIDADE:

Veja Também

De acordo com o jornal ‘San Jose Mercury-News’, Velasquez teria tentado matar um homem acusado de molestar uma parente próxima do lutador, que seria menor de idade. Cain, no entanto, feriu o padrasto do suposto agressor no tiroteio. Questionado sobre as possíveis motivações, ele preferiu não se manifestar sobre o assunto e o caso segue sob investigação.

Assim que os detalhes do suposto motivo surgiram, uma parte da comunidade do MMA aderiu a hashtag #FreeCain – Liberdade para Cain, em tradução livre – nas redes sociais. Eles acreditam que, caso a motivação seja verdadeira, então as ações do peso pesado (até 120,2kg.) acabam sendo compreensíveis.

PUBLICIDADE:

A mobilização foi adotada por lutadores como Ben Askren, Anthony Pettis, Marvin Vettori, Derek Brunson, Jake Shields, Marlon Vera e Sean Strickland. Aos 39 anos, Cain Velasquez está preso sem direito a fiança na Prisão Principal do Condado de Santa Clara. O ex-campeão do Ultimate tem uma audiência marcada para esta quarta-feira (2), ao meio-dia do horário local.

Confira algumas das mobilizações

Sean Strickland

“Se isso realmente for verdade, Cain Velasquez é um herói. Não há nada que eu respeite mais do que um homem que faz isso. Ligar para a polícia não é resposta. Eu serei o primeiro a doar para uma ‘vaquinha’ em sua defesa. Pedófilos precisam morrer e só podem ser arrumados com fogo”

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Ben Askren

“Eu não quero viver em um país onde você não pode atirar em alguém que abusou sexualmente de seu filho.  #LiberdadeParaCain”

Marvin Vettori

“Cain (Velasquez) tem 100% de meu apoio”

Derek Brunson

“Liberdade Para Cain (…) Ao mesmo tempo, alguém precisa comprar para Cain alguns cursos de armas de fogo para o Natal. Esse objetivo poderia surtir algum efeito”

Anthony Pettis

“Liberdade Para Cain”, além de colocar uma bandeira mexicana na publicação.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276