Israel Adesanya freia desejo de Khamzat Chimaev em disputar cinturão dos médios do UFC

Campeão dos médios (até 83,9kg.), nigeriano diz que sueco ainda precisa 'se provar' na organização antes de ter sua chance

I. Adesanya (foto) mantém cinturão dos médios no UFC 271. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Invicto e embalado nos meio-médios (até 77kg.), Khamzat Chimaev já revelou desejo de subir de categoria para medir forças contra Israel Adesanya pelo cinturão dos médios (até 83,9kg.). Porém, no que depender do nigeriano, o sueco precisa provar seu valor antes de receber a chance de destroná-lo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Esse cara (Khamzat Chimaev) luta no meio-médio. Ele já lutou no peso médio uma vez, mas com um cara de baixo escalão. Provou que pode vencer alguns pesos médios, mas eu estou esperando que me mostre algo para isso. Sua última luta foi impressionante. Eu posso não gostar, mas estou impressionado com que ele faz. Ele é uma fera, mas uma fera nos meio-médios”, disse Adesanya em entrevista ao podcast ‘Hotboxin‘, com a lenda do boxe, Mike Tyson.

E não para por aí. Ao ser questionado sobre as recentes provocações de Chimaev, Adesanya relembrou a rivalidade contra o brasileiro Paulo Borrachinha para destacar que não teme o ‘jogo de palavras’ adotado pelo sueco.

PUBLICIDADE:

“Paulo (Borrachinha) começou a falar que eu era um campeão vergonhoso e iria me matar. Muito semelhante ao que esse garoto (Chimaev) está fazendo agora. E eu fiquei tipo: ‘Ok, aposte nisso e vamos ver’. E mostrei a ele o que eu sou capaz de fazer”, finalizou.

Chimaev tem o ‘sonho’ de se tornar lenda do Ultimate. Atualmente, o sueco fez quatro lutas na organização e sofreu apenas um golpe significativo. Invicto em dez lutas, ele ocupa a décima colocação e, agora, mede forças contra Gilbert Durinho no UFC 273, evento previsto para acontecer no próximo sábado (9). Caso passe por Gilbert, Khamzat deve concentrar seu foco em Kamaru Usman pelo cinturão dos meio-médios (até 77kg.).

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276