Durinho e Chimaev faturam mais de R$230 mil em bônus por ‘guerra’ épica no UFC 273

Mesmo derrotado por pontos, brasileiro tem feito reconhecido por organização; Volkanovski e Oleynik levam ‘bolada’ por performances

K. Chimaev (esq.) e G. Durinho (dir.) mostram respeito após verdadeira batalha no UFC 273. Foto: Reprodução/Instagram

A dura batalha travada por Gilbert Durinho e Khamzat Chimaev no UFC 273, realizado neste sábado (9) rendeu altas cifras aos lutadores. Protagonistas de uma ‘guerra’ épica no card principal, os meio-médios (até 77kg.) faturaram o bônus de ‘Luta da Noite’ e levarão para casa os sonhados US$50 mil (cerca de R$234 mil). Alexander Volkanovski e Alexey Oleynik também faturaram a ‘bolada’ por suas atuações.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Mesmo sem ter sucesso na tentativa de tirar a invencibilidade de Chimaev no MMA, Durinho entregou um grande show ao público presente na VyStar Veterans Memorial Arena, em Jacksonville (EUA). Durante três rounds, o brasileiro mostrou raça e chegou a assustar o sueco, que venceu por pontos. Pelo confronto, que agitou os fãs, cada um dos lutadores leva US$50 mil, extra.

Campeão dos penas (até 65,7kg.), Alexander Volkanovski viveu uma ‘noite de gala’ neste fim de semana. Adversário de Chan Sung Jung, o ‘Zumbi Coreano’, o australiano não deu chances ao adversário e sobrou em quatro rounds de embate. O duelo acabou de forma trágica para o desafiante, que foi nocauteado de pé e perdeu a oportunidade de tomar o trono do grupo. Pelo massacre, o dono do título leva um dos bônus.

PUBLICIDADE:

Aos 44 anos, Alexey Oleynik surpreendeu os fãs de MMA com uma atuação convincente. Veterano do esporte, o atleta provou que ainda tem condições de atuar em alto nível e superou Jared Vanderaa com uma finalização ainda no primeiro round. O combatente também fatura os sonhados US$50 mil.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276