Apesar de desafio a TJ Dillashaw, Aljamain Sterling admite dar disputa de cinturão dos galos a José Aldo

Campeão usa meritocracia para justificar posição sobre possível luta contra brasileiro, que vive grande fase na divisão

A. Sterling e J. Aldo são destaques dos galos do UFC. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Após unificar o cinturão dos galos (até 61,2kg.) do Ultimate na aguardada revanche contra Petr Yan, Aljamain Sterling está à procura de seu próximo desafiante. Depois de se confirmar no topo absoluto da categoria e desafiar TJ Dillashaw, ainda no octógono do UFC 273, o norte-americano admitiu que José Aldo é o grande merecedor de uma disputa de título. Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, o campeão falou sobre o assunto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Honestamente, se há alguém que mereça mais, seria (José) Aldo, depois de ter vencido Rob Font (em 2021). Seria o mais racional a se fazer em termos de méritos. (…) Não sei onde o TJ se encaixa nesse ‘bolo’, mas, de alguma forma, senti que ele (Dillashaw) precisava ser o próximo. Então, desafiei no octógono. Não sabia o que estava pensando, na verdade”, afirmou Aljamain.

Mesmo citando o nome da lenda brasileira, Sterling ainda não sabe quando e contra quem lutará em seu próximo desafio. No UFC 273, o norte-americano voltou ao octógono após 13 meses de inatividades, para tratar lesões.

PUBLICIDADE:

Ícone do MMA mundial, Aldo ainda não estreou no UFC pela temporada 2022. Em seu último compromisso, o manauara fez bonito e superou Rob Font por pontos após 25 minutos de combate.

Um dos responsáveis por negociar os confrontos, Dana White chegou a admitir que é a favor da luta entre Sterling e Dillashaw. A luta, porém, segue sem confirmação.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276