AO VIVO

Assista à coletiva pós-UFC 276 com Adesanya, Poatan e mais

Colby Covington alega ‘dano cerebral’ após agressão e obtém ordem de restrição contra Jorge Masvidal

Ordem obriga que Masvidal fique ao menos sete metros distante de Covington e 150 metros distante da residência do rival

Jorge Masvidal (esq.) encara Colby Covington (dir.). Foto: Reprodução / Twitter @ufc_ca

A situação envolvendo a agressão de Jorge Masvidal contra Colby Covington em um restaurante de Miami, em março, continua se desenrolando na justiça. Se inicialmente a acusação de Covington mencionava um dente e um relógio quebrados, uma atualização realizada nesta quinta-feira (28) inclui também um “dano cerebral” sofrido pelo lutador.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Jorge Masvidal retornará ao tribunal no dia 12 de maio, quando uma data para o julgamento deve ser revelada. Nesta quinta-feira, o lutador manteve a alegação de “inocente” para todas as acusações.

Apesar da declaração de Masvidal, Colby Covington obteve uma ordem de restrição contra o ex-amigo. Segundo a decisão judicial, o “Gamebred” é obrigado a ficar a pelo menos 25 pés (aproximadamente 7,6 metros) de Covington e a pelo menos 500 pés (aproximadamente 152,4 metros) da residência do rival. Ele também não pode entrar em contato direta ou indiretamente com Covington. A ordem foi dada após Covington afirmar estar “com medo” de Masvidal após o ataque.

PUBLICIDADE:

Se o caso realmente chegar a julgamento, a tendência é que a defesa de Jorge Masvidal alegue “combate mútuo” entre os rivais. Os advogados de defesa recentemente entraram com um pedido de check-up médico de Colby Covington, além de uma inspeção no relógio da marca Rolex supostamente danificado durante o suposto ataque.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276