Raulian Paiva começa bem, mas sofre virada e perde para cazaque no UFC Las Vegas 57

Amapaense chegou a balançar Sergey Morozov duas vezes no primeiro round, mas não manteve o ritmo e acabou derrotado

S. Morozov derrotou R. Paiva no UFC Las Vegas 57 (Foto: Instagram/UFC)

Único brasileiro no card preliminar do UFC Las Vegas 57, realizado neste sábado (25), Raulian Paiva acabou derrotado por Sergey Morozov na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28). Após um ótimo primeiro round, no qual balançou o cazaque em duas oportunidades, o brasileiro não conseguiu manter o ritmo nos assaltos seguintes e perdeu a luta na visão dos três juízes.

PUBLICIDADE:

A derrota contra Sergey Morozov é a segunda consecutiva de Raulian Paiva no UFC. O brasileiro, que chegou a emplacar três vitórias seguidas no octógono, vinha de revés contra Sean O’Malley, em dezembro.

Veja Também

Sergey Morozov, por outro lado, volta a vencer após a derrota sofrida contra o brasileiro Douglas D’Silva, em fevereiro.

PUBLICIDADE:

A luta

Os dois começaram se estudando bastante no centro do octógono e trocaram chutes baixos simultâneos. Raulian Paiva tomou a iniciativa, andou para a frente e conectou um bom direto no rosto de Sergey Morozov, que balançou. O cazaque tentou agarrar o brasileiro, que conseguiu se soltar. Raulian conectou uma boa combinação e Morozov sentiu novamente. O cazaque tentou agarrar novamente sem sucesso. O brasileiro chutou baixo, mas recebeu uma boa direita de Morozov. Os dois partiram para a trocação franca e Raulian conectou um bom cruzado. Mostrando estar vivo na luta, Morozov também conectou alguns contragolpes. Na reta final do round, o cazaque tentou ser mais agressivo, mas foi rechaçado pelos punhos rápidos de Raulian.

Raulian e Morozov começaram o segundo round de maneira mais agressiva, trocando golpes no centro do octógono. Morozov aproveitou uma investida de Raulian para entrar bem em queda e colocar a luta no solo. Por cima, o cazaque conectou uma ótima cotovelada, abrindo um corte no rosto do brasileiro. Ativo por baixo, Raulian esboçou um ataque na perna de Morozov, que escapou bem. O brasileiro conseguiu ficar em pé, mas não se soltar da pegada do cazaque, que soltou boa joelhada. Raulian conseguiu reverter a situação e atacar o pesoço de Morozov, em pé, mas o cazaque se soltou rapidamente e voltou a entrar em queda. Raulian defendeu, mas não conseguiu se soltar antes do final do round.

Os dois lutadores se abraçaram no início do terceiro round. Sergey Morozov combinou bem com os punhos e logo atacou em queda. Raulian Paiva defendeu e conseguiu se soltar, mas recebeu dois golpes na saída. O brasileiro cercava o adversário, mas encontrava dificuldade para conectar os golpes. Raulian tentou surpreender e entrou em queda, mas Morozov defendeu bem. Na sequência, foi o brasileiro quem defendeu outra tentativa de queda do cazaque. Na trocação franca de golpes, Morozov levou a melhor e conectou bons cruzados. Na reta final, Raulian conseguiu colocar Morozov para baixo, mas não teve tempo para desenvolver a posição.

PUBLICIDADE:

Confira as estatísticas do duelo entre Raulian Paiva e Sergey Morozov:

Fechando o card preliminar, Carlos Ulberg bate Tafon Nchukwi por nocaute no primeiro round

C. Ulberg nocauteou T. Nchukwi no UFC Las Vegas 57 (Foto: Instagram/UFC)

PUBLICIDADE:

No encerramento do card preliminar, em duelo válido pela divisão dos meio-pesados (até 93 kg), Carlos Ulberg nocauteou Tafon Nchukwi no primeiro round. Um golpe certeiro de mão esquerda abriu caminho para uma sequência impressionante de cruzados que forçou o árbitro Herb Dean a interromper a luta.

Com o resultado, Carlos Ulberg soma a segunda vitória consecutiva no UFC. O neozelandês vinha de triunfo sobre Fabio Cherant em fevereiro.

Tafon Nchukwi, por outro lado, perde a segunda seguida no octógono. O camaronês soma agora dois triunfos e três reveses no Ultimate.

Shayilan Nuerdanbieke supera TJ Brown na decisão dos juízes

S. Nuerdanbieke derrotou T. Brown no UFC Las Vegas 57 (Foto: Instagram/UFC)

Na quinta luta da noite, válida pela divisão dos penas (até 65,7 kg), Shayilan Nurdanbieke superou TJ Brown na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28). Após um começo de combate eletrizante, em pé, os dois lutadores optaram pela luta agarrada e fizeram um duelo de “grappling” até o final do terceiro assalto.

Após estrear com derrota no UFC, em maio de 2021, Shayilan Nurdanbieke soma agora duas vitórias consecutivas na organização.

Do outro lado, TJ Brown volta a perder após duas vitórias seguidas no octógono.

Cody Durden atropela JP Buys no primeiro round

C. Durden derrotou J. Buys no UFC Las Vegas 57 (Foto: Instagram/UFC)

Na terceira luta da noite, válida pelo peso mosca (até 56,7 kg), Cody Durden não tomou conhecimento de JP Buys e conseguiu o nocaute técnico ainda no primeiro round. Após conectar um bom direto de direita, o norte-americano não perdeu tempo, foi para cima do sul-africano e soltou uma “chuva” de golpes, forçando a interrupção do árbitro.

Com o resultado, Cody Durden se recupera da derrota relâmpago sofrida contra Muhammad Mokaev no UFC Londres, quando foi finalizado em menos de um minuto. O norte-americano tem agora dois triunfos, dois reveses e um empate no UFC.

JP Buys, por sua vez, segue sem vencer no Ultimate. O sul-africano perdeu as três lutas que fez na organização, sendo nocauteado em duas delas.

Mario Bautista finaliza Brian Kelleher de maneira fulminante

A segunda luta da noite, válida pelo peso galo (até 62,1 kg), foi um “passeio” de Mario Bautista para cima de Brian Kelleher. Após mostrar bastante repertório na luta em pé, Bautista não encontrou dificuldade para levar a luta para o solo e fez transições muito rápidas para pegar as costas de Kelleher e forçá-lo a dar os “três tapinhas”.

A vitória sobre Brian Kelleher é a segunda consecutiva de Mario Bautista na divisão dos galos do UFC. O atleta da MMA Lab soma agora quatro triunfos nas últimas cinco lutas.

Brian Kelleher, por outro lado, sofreu a segunda derrota seguida no octógono em sua terceira luta no ano. O veterano tem agora oito triunfos e sete reveses desde que estreou no UFC, em 2017.

Vanessa Demopoulos bate Jinh Yu Frey em luta equilibrada na abertura do card

V. Demopoulos superou Jinh Yu Frey no UFC Las Vegas 57 (Foto: Instagram/UFC)

Na primeira luta da noite, válida pela divisão peso palha (até 52,1 kg), Vanessa Demopoulos superou Jinh Yu Frey na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27). Em combate bastante equilibrado, as duas lutadoras alternaram o protagonismo, mas a “Lil Monster” fez o suficiente para levar a vitória na visão de dois dos três juízes.

Após estrear com derrota no UFC, Vanessa Demopoulos emplaca a segunda vitória consecutiva na organização e tem agora oito triunfos e quatro reveses na carreira.

Do outro lado, Jinh Yu Frey não consegue dar continuidade a sequência de duas vitórias. A ex-campeã do Invicta FC tem agora três reveses e apenas dois triunfos no Ultimate.

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59



Resultados do UFC San Diego Resultados da PFL 8 2022 Principais destaques do UFC San Diego Principais destaques da PFL 8 2022 Ranking dos meio-pesados do UFC