Após aposentadoria de Donald Cerrone, Dana White concorda com decisão do veterano: ‘Acho que era hora’

O presidente do UFC elogiou o seu 'eterno funcionário', mas acredita que ele tomou a decisão correta ao pendurar as luvas

D. Cerrone pendurou as luvas após o UFC 276. (Foto: Reprodução/Instagram)

Pela primeira vez, publicamente, Dana White foi questionado sobre a aposentadoria de Donald Cerrone, que pendurou as luvas após a derrota para Jim Miller. Em coletiva após o UFC Long Island, que aconteceu no último sábado (16), o presidente do Ultimate enalteceu o seu ‘eterno funcionário’, mas, concordou com a sua decisão afirmando que ‘já era a hora’ do Cowboy encerrar sua carreira como atleta profissional. Vale lembrar que Dana não estava presente em Las Vegas (EUA), no UFC 276, no momento do anúncio de Cerrone.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Após derrota no UFC 276, Donald Cerrone anuncia a aposentadoria do MMA aos 39 anos e é ovacionado por fãs

Veja Também

“Acho que era hora. Estou feliz por ele. Ele tem sido tão divertido de se ter nesta organização, e ele é um cara tão bom. Estou feliz por ele e triste por ele ao mesmo tempo”, disse Dana na coletiva após o UFC Long Island.

PUBLICIDADE:

Atleta do UFC desde 2011, o lutador chegou a disputar o cinturão dos leves (até 70,3kg.) em 2015, no entanto, acabou duramente nocauteado por Rafael dos Anjos. No Ultimate, Donald é o segundo colocado no ranking de maior número de vitórias, com 23. Cerrone também é recordista de bônus de performance, com 18 no total. O norte-americano estreou como lutador profissional em 2006 e pendurou as luvas atuando 55 vezes e com um retrospecto na carreira de 36 triunfos, 17 reveses e dois ‘no contest’ (luta sem resultado).

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC