UFC 178: Card recheado de grandes lutas ofusca disputa de cinturão dos moscas

Demetrious Johnson x Chris Cariaso tem ficado em segundo plano diante da programação repleta de grandes lutas; Amanda Nunes será a única brasileira na noite

demetrious johnson chris cariaso-ufc178Quem tem acompanhado os principais debates do meio do MMA nos últimos dias tem notado que o UFC 178 tem sido o centro de diversas discussões, especialmente sobre qual luta mais desperta interesse nos fãs. Em meio à grande diversidade de respostas, uma coisa é certa: poucos têm sido os que assinalaram a luta principal entre Demetrious Johnson e Chris Cariaso, pelo cinturão dos moscas, na questão.

As principais justificativas para esse fenômeno são duas: as categorias mais leves do UFC, especialmente a de pesos moscas (com limite de peso até 57 kg), historicamente têm mais dificuldades para atrair a atenção do grande público, independentemente da qualidade do espetáculo que entreguem; e o card deste sábado (27) em Las Vegas (EUA) é um dos mais recheados de grandes combates de todos os tempos.

Para efeitos de comparação, no que diz respeito à representatividade dos atletas envolvidos e seu potencial como combate, da última luta do card preliminar em diante, qualquer um dos combates teria condições de ocupar a vaga do duelo entre Danny Castillo e Tony Ferguson, que foi o evento co-principal do card mais recente do Ultimate, o de número 177.

Com estrelas como Conor McGregor, Eddie Alvarez, Dominick Cruz, Donald Cerrone, Cat Zingano, Tim Kennedy e outros, o UFC 178 acontece neste sábado (27), no MGM Grand Graden Arena, em Las Vegas (EUA). O evento tem início previsto para às 20h, pelo horário oficial de Brasília.

Em plena ascensão, irlandês Conor McGregor rouba a cena

Com pouco mais de um ano no UFC, o irlandês Conor McGregor já se tornou um dos principais atletas da organização, e sem dúvidas o principal prospecto no que diz respeito a seu potencial de marketing e promoção. O ex-campeão do Cage Warriors vem furando a fila dos pesos penas desde que chegou à divisão e enfrentará seu maior desafio no octógono até então: Dustin Poirier.

Durante a divulgação do evento, McGregor e Poirier roubaram a cena, sempre trocando palavras duras e aumentando a tensão no ambiente quando se encontravam. A dupla quase iniciou uma briga durante coletiva de imprensa na última quarta-feira (25) e foi responsável pelo momento mais quente da pesagem oficial, ao abrirem mão da já tradicional encarada para trocarem ofensas e ameaças.

Embora a expectativa inicial seja de que o vencedor do duelo entre Cub Swanson e Frankie Edgar, já anunciado para o fim deste ano, seja o próximo desafiante ao cinturão dos penas, que José Aldo defende contra Chad Mendes no UFC Rio 5, ninguém duvida que McGregor possa mais uma vez deixar seus rivais de categoria para trás e garantir a disputa de título, caso vença Poirier. Do mesmo modo, Dustin também acrescentaria muito a seu cartel com uma vitória sobre o irlandês, que ampliaria sua sequência invicta para quatro triunfos.

Mesmo sem holofotes, Johnson busca defender cinturão pela quinta vez

O campeão dos moscas Demetrious Johnson não é certamente o que se pode chamar de o centro das atenções no UFC 178, mesmo sendo responsável pela luta que encabeça o card. Ainda assim, Johnson busca estabelecer mais uma marca impressionante na divisão neste sábado: estender sua sequência de defesas de título consecutivas para cinco.

O adversário de Johnson será o norte-americano Chris Cariaso, considerado pelas casas de apostas como o maior azarão da noite. Caso a zebra faça um passeio em Las Vegas e Cariaso vença o combate, aqueles que resolveram apostar no desafiante levariam para casa nada menos do que onze vezes o valor investido.

Em sua quarta luta no ano, Cerrone recepciona ex-campeão do Bellator

Quando Donald Cerrone declarou que estava falido e que gostaria de lutar quatro ou mais vezes neste ano, muitos duvidaram. Mas acontece que o “Cowboy” conseguiu encaixar uma sequência de boas vitórias, nas quais também foi possível preservar-se fisicamente para manter-se apto a lutar novamente em breve. Em sua quarta luta em 2014, Cerrone enfrentará seu adversário mais duro até aqui: o ex-campeão dos  leves do Bellator Eddie Alvarez, que estreia no Ultimate após um longo período de litígio com sua antiga organização.

Única brasileira na noite luta de olho em uma disputa de cinturão

A luta que abre o card principal do UFC 178 é a única a contar com presença brasileira no octógono. A responsável por representar o país no evento é a baiana Amanda Nunes. Amanda enfrenta a número um no ranking da divisão peso galo feminina Cat Zingano. Segundo o presidente Dana White, o combate vai definir a próxima desafiante da campeã Ronda Rousey.

Após quase três anos, Dominick Cruz está de volta contra Takeya Misugaki

Outro momento bastante especial na noite de lutas no MGM Grand Garden Arena é a luta que fecha o card preliminar. Isso porque, quando pisar no octógono, o ex-campeão dos galos Dominick Cruz estará prestes a fazer sua primeira luta desde o dia 1º de outubro de 2011, quando coincidentemente venceu Demetrious Johnson – que fecha o evento deste sábado. Em seu retorno após uma série de lesões que o tiraram de ação e lhe custaram inclusive seu cinturão, Cruz terá pela frente o japonês Takeya Mizugaki, atualmente o quinto colocado no ranking da divisão.

Confira abaixo o card completo do UFC 178:

CARD PRINCIPAL

Moscas: Demetrious Johnson x Chris Cariaso;
Leves: Donald Cerrone x Eddie Alvarez;
Penas: Dustin Poirier x Conor McGregor;
Médios: Tim Kennedy x Yoel Romero;
Galos: Cat Zingano x Amanda Nunes;

CARD PRELIMINAR

Galos: Dominick Cruz x Takeya Mizugaki;
Leves: Jorge Masvidal x James Krause;
Meio-médios: Patrick Coté x Stephen Thompson;
Meio-médios: John Howard x Brian Ebersole;
Leves: Jon Tuck x Kevin Lee;
Galos: Manny Gamburyan x Cody Gibson

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments