Karol Rosa entrega ‘guerra’ no octógono, mas é superada por Irene Aldana no UFC 296

Brasileira oscila bons e maus momentos diante de ex-desafiante ao título e perde na decisão dos juízes

Irene-Aldana-Karol-Rosa-UFC-296-Twitter-UFC-News

Karol Rosa (ao fundo) após fim de batalha no UFC 296. Foto: Reprodução/Instagram

Os espectadores do UFC 296, realizado neste sábado (16), em Las Vegas (EUA), acompanharam uma verdadeira batalha entre destaques do peso galo (até 61,2kg.). Em desafio por posição direta no top 5 da categoria, Karol Rosa entregou uma ‘guerra’, mas acabou superada por Irene Aldana. Após três rounds de agressividade, a mexicana foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

A derrota tem um gosto amargo para a capixaba. Com o tropeço, a brasileira se afasta momentaneamente da oportunidade de ocupar um lugar no top 5 da divisão.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ex-desafiante ao título, Aldana tem motivos para celebrar. Além de impedir a ascensão de Karol, a mexicana defendeu a quinta posição e se recuperou da derrota sofrida contra Amanda Nunes em confronto pelo cinturão no UFC 289.

‘Guerra no octógono’

A luta começou com Rosa tomando a iniciativa com um direto seguido de um chute baixo. Ainda no primeiro minuto, as combatentes eram conservadoras e lançavam ataques na longa distância. A brasileira levava vantagem e pontuava com golpes precisos, evitando entrar no raio de ação da adversária. Com três minutos passados, Aldana passou a se soltar e magoava a brasileira com boxe de eficiência. A brasileira era alvo de jabs e diretos limpos lançados pela mexicana. Karol apostava na combinação e confundia a adversária com golpes na cabeça e chutes baixos. Irene acusava os ataques, por vezes, mancava pelo octógono.

PUBLICIDADE:

No segundo round, as lutadoras iniciaram o confronto agressivas, trocando golpes potentes no centro do octógono. Karol continuava confundindo a oponente e alternava entre ataques na cabeça e chutes na base. Com dois minutos passados, Aldana cresceu no embate e inicial castigo sobre a brasileira perto das grades. De guarda alta, a capixaba se protegia e tentava impedir o avanço da oponente. Rosa passou a circular pelo octógono para se afastar das grades. Com o passar do tempo, a mexicana passou a levar vantagem na trocação e surpreendida com o volume de ataques. Perto do fim da etapa, Irene balançou a brasileira com um upper, mas não havia mais tempo.

No último round, Rosa se desequilibrou após receber um direto limpo no rosto. O boxe de Aldana continuava surpreendendo e determinando vantagem para a mexicana. A brasileira tinha dificuldades de encontrar a distância e lançava ataques no vazio. Após um minuto, um overhand de Rosa explodiu no rosto da rival, mas a mexicana seguia caminhando para frente. Na metade da etapa, Irene cresceu no embate e passou a magoar o corpo da capixaba com golpes limpos no rosto e linha de cintura. O rosto ensanguentado de Karol provava as consequências das ações da oponente. Embora estivesse na desvantagem na trocação, Rosa era valente e respondia as investidas da oponente. O duelo era ‘lá e cá’, e levantava o público presente na ‘T-Mobile Arena’. O confronto acabou com as atletas na trocação franca próximas às grades.

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC 296

CARD PRINCIPAL 

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Leon Edwards derrotou Colby Covington na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 49-46) – luta pelo cinturão

Peso mosca (até 56,7 kg): Alexandre Pantoja derrotou Brandon Royval na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 49-46) – luta pelo cinturão

PUBLICIDADE:

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Shavkat Rakhmonov finalizou Stephen Thompson com um mata-leão a 4m46s do R2

Peso leve (até 70,3 kg): Paddy Pimblett derrotou Tony Ferguson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7 kg): Josh Emmett derrotou Bryce Mitchell por nocaute a 1m57s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93 kg): Alonzo Menifield derrotou Dustin Jacoby na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Irene Aldana derrotou Karol Rosa na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Cody Garbrandt derrotou Brian Kelleher por nocaute a 3m42s do R1

Peso mosca (até 56,7 kg): Ariane Lipski finalizou Casey O’Neill com uma chave de braço a 1m18s do R2

Peso mosca (até 56,7 kg): Tagir Ulanbekov derrotou Cody Durden por finalização (mata-leão) a 4min25s do R2

Peso pena (até 65,7 kg): Andre Fili derrotou Lucas Almeida por nocaute técnico (socos) a 3min32s do R1

Peso pesado (até 120,2 kg): Shamil Gaziev derrotou Martin Buday por nocaute técnico (socos) a 56s do R2

Estatísticas do UFC 296

Os salários milionários de Bambam e Popó + Vitor Belfort esnobado

Leia Mais sobre: , ,


Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86 Resultados do UFC 297