E a credibilidade? Veja a lista de atletas que não atuaram em 2023 e ainda seguem no ranking do UFC

Criticado desde a sua criação, o top-15 de cada categoria possui alguns nomes que sequer atuaram na última temporada mas seguem com 'cadeira cativa' na classificação

Paulo Borrachinha é destaque brasileiro no UFC 294. Foto: Reprodução/Instagram

Paulo Borrachinha é destaque brasileiro peso médio. (Foto: Reprodução/Instagram)

Desde a sua criação, em 2013, o ranking do UFC sempre sofreu críticas de fãs, imprensa e até mesmo de outros lutadores pelas incoerências constatadas em cada atualização. E 10 anos após o seu surgimento, a classificação de cada categoria e dos melhores atletas peso por peso continua constando nomes de atletas que sequer subiram no octógono na temporada de 2023. Veja quais são esses nomes.

Veja Também

Cody-Garbrandt-Brian-Kelleher-UFC-296-Twitter-UFC-News

Stipe Miocic – #4 no ranking dos pesados (até 120,2kg) – Sem atuar desde março de 2021

PUBLICIDADE:

Brian Ortega – #3 no ranking dos penas (até 65,7kg) – Sem atuar desde julho de 2022

Alexandar Rakic – #5 no ranking dos meio-pesados (até 93kg) – Sem atuar desde maio de 2022

PUBLICIDADE:

Michael Chandler – #5 no ranking dos leves (até 70,3kg) – Sem atuar desde novembro de 2022

Paulo Borrachinha – #6 no ranking dos médios (até 83,9kg) – Sem atuar desde agosto de 2022

PUBLICIDADE:

Alex Perez – #7 no ranking dos moscas (até 56,7kg) – Sem atuar desde julho de 2022

Calvin Kattar – #7 no ranking dos penas (até 65,7kg) – Sem atuar desde outubro de 2022

Matt Schnell – #9 no ranking dos moscas (até 56,7kg) – Sem atuar desde dezembro de 2022

PUBLICIDADE:

Jack Hermansson – #10 no ranking dos médios (até 83,9kg) – Sem atuar desde dezembro de 2022

Dominick Cruz – #10 no ranking dos galos (até 61,2kg) – Sem atuar desde agosto de 2022

Renato Moicano – #13 no ranking dos leves (até 70,3kg) – Sem atuar desde novembro de 2022

Dominick Reyes – #14 no ranking dos meio-pesados (até 93kg) – Sem atuar desde novembro de 2022

Obviamente, cada lutador tem um motivo para sua longa ausência e as justificativas podem ser plausíveis ou não. Alexandar Rakic sofreu grave lesão e precisou de praticamente um ano para se recuperar. Entretanto, situações como a de Stipe Miocic são injustificáveis e arranham a reputação e a credibilidade do ranking, que foi criado justamente para dar maior ‘credibilidade’ aos casamentos de lutas feitos pela organização.

Vitor Belfort promete surra em em Popó após luta contra Bambam

Leia Mais sobre: ,


Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86 Resultados do UFC 297