Preso por agressão à atriz pornô, ex-lutador do UFC tenta suicídio na cadeia

Depois de ser acusado de tentar matar sua ex-namorada, a atriz pornô Christy Mack, War Machine atentou contra a própria vida na cadeia que está preso

War Machine (foto) foi preso em sua cidade-natal, na Califórnia. Foto: Reprodução

War Machine (foto) tentou suicídio dentro da cadeia nos EUA. Foto: Reprodução

Após ganhar as manchetes policiais, em agosto, por agredir sua ex-namorada, a atriz de filmes pornográficos Christy Mack, o lutador War Machine voltou aos destaques policiais. Ele tentou suicídio dentro do presídio de Clark County, em Las Vegas, onde está preso desde que foi capturado pelas autoridades locais pela a agressão. O site de fofocas norte-americano TMZ foi o primeiro a noticiar o fato no final da noite desta quinta-feira.

RELEMBRE O CASO:
– Atriz pornô relata agressão sofrida: ‘Achei que ia morrer’
– War Machine se manifesta após crime: ‘Coração partido’
Fotos: Christy Mack aparece pela 1ª vez após agressão

– Uma semana após agressão, War Machine é capturado 

Na última terça-feira (14), durante a vistoria de rotina, um policial  encontrou o lutador sentado no chão de sua cela com os pés sobre a cama. De acordo com o relato oficial,  Jon Koppenhaver, nome real de War Machine,  tinha um pedaço de lençol amarrado ao pescoço e a uma das pernas da cama.

LEIADe assalto a agressão: relembre os maiores crimes do MMA

Após identificar que o lutador estava desacordado, o policial abriu a cela e, com ajuda de outros colegas de corporação, inicial o processo de reanimação até War Machine voltar a respirar. Ainda de acordo com o relatório, 15 minutos depois de iniciado os trabalhos,  os sinais vitais de Koppenhaver totalmente estavam estabilizados

Após o fato, War Machine foi transferido para uma cela de isolamento médico, onde está sob observação para não tentar novamente se matar. Os oficiais também encontraram um bilhete de suicídio escrito por War Machine dentro de sua cela.

FOTOClique aqui e veja a foto de Christy Mack após as agressões

Ex-lutador do UFC e do Bellator, War Machine está preso desde 15 de agosto e aguarda julgamento de 32 acusações, incluindo tentativa de homicídio, contra Christy Mack e seu amigo Corey Thomas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments