Cinco motivos para assistir o UFC 298, com a volta de Paulo Borrachinha e luta por cinturão dos penas

Mineiro lidera brasileiros e trava confronto decisivo em card liderado por Alexander Volkanovski e Ilia Topuria

Paulo Borrachinha (esq.) em encarada com Robert Whittaker (dir.). Foto: Reprodução/Instagram

Chegou o grande momento. Neste sábado (17), em Anaheim (EUA), acontece o aguardado UFC 298. Com retorno de Paulo Borrachinha em destaque, o evento será protagonizado por Alexander Volkanovski e Ilia Topuria, que disputam o cinturão dos penas (até 65,7kg.). Ao todo, o evento conta com 11 lutas programadas.

Na luta principal, Alexander Volkanovski retorna à sua categoria e busca nova defesa de cinturão. Para seguir no topo do grupo, o campeão precisa tirar a invencibilidade de Ilia Topuria, que ostenta trajetória impecável em 14 apresentações como profissional no MMA.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Paulo Borrachinha é destaque no UFC 298
paulo-borrachinha-ufc278
Paulo Borrachinha é destaque no peso médio do UFC. Foto: Reprodução/UFCBrasil
Islam Makhachev UFC 294 Twitter UFC 2 nocautes Volkanovski
Ilia Topuria Instagram

O penúltimo confronto marca o retorno de Paulo Borrachinha ao octógono. De volta à ativa após mais de uma temporada de inatividade, o mineiro enfrenta Robert Whittaker, ex-campeão dos médios (até 83,9kg.). Uma vitória aproxima quem triunfar da condição de desafiante.

Promessa entre os meio-médios (até 77,1kg.), Ian Garry trava seu primeiro compromisso na temporada 2024. Em ascensão na divisão, o irlandês medirá forças com Geoff Neal.

PUBLICIDADE:

Além de Paulo Borrachinha, mais quatro brasileiros compõem o card. Na primeira metade do evento, Amanda Lemos, Mackenzie Dern, Marcos Pezão e Brendson Ribeiro levam o verde-amarelo para o octógono.

Para entrar no clima, a equipe do SUPER LUTAS listou cinco motivos para se acompanhar o UFC 298. Confira:

Alex Volkanovski: o maior da história?

A. Volkanovski (esq.) vence J. Aldo (dir.) no UFC 237. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Neste fim de semana, Alexander Volkanovski retorna ao peso pena meses após a segunda tentativa frustrada de conquistar o cinturão dos leves (até 70,3kg.) contra Islam Makhachev. No grupo que lidera desde 2019, o australiano não sabe o que é perder e, caso vença, pode se aproximar do legado de José Aldo.

Hoje, o campeão defende a marca de cinco defesas de cinturão. Lenda da divisão, ícone brasileiro colecionou sete triunfos como detentor do trono.

Se vencer no fim de semana, Volkanovski fica a um resultado positivo na categoria de igualar os feitos de Aldo.

Nova era no peso pena

A. Volkanovski é o campeão dos penas do UFC. Foto: Reprodução/Instagram UFC

Invicto em 14 lutas como profissional no MMA, Ilia Topuria é o novo atleta que terá a oportunidade de mudar o cenário do peso pena. O espanhol, que tem cantado vitória antes mesmo da realização do confronto, garante que um novo rei será coroado no octógono do UFC 298.

Campeão com reinado mais longevo no atual plantel do Ultimate, Alexander precisará provar que, aos 35 anos, segue absoluto no grupo. Do outro lado, o prodígio espanhol quer abrir portas para a nova geração.

Sem saber o que é perder na categoria, Volkanovski assumiu a liderança dos penas em 2019, quando destronou o lendário Max Holloway. Desde então, o australiano acumula quatro triunfos, sendo dois deles em revanche contra o astro havaiano.

Paulo Borrachinha volta em luta decisiva

Neste sábado, Paulo Borrachinha completa 546 desde que competiu no octógono pela última vez. Em 2022, o mineiro foi adversário de Luke Rockhold, tendo vencido o antigo líder dos médios na decisão dos juízes em confronto marcado pela agressividade entre as partes.

No fim de semana, o brasileiro encara, pela segunda vez consecutiva, um ex-campeão do grupo. Após duas tentativas frustradas do UFC em combinar o confronto entre o tupiniquim e Robert Whittaker, desta vez, ao que tudo indica, a aguarda luta vai sair do papel.

Destaque no top 10 dos médios, Borrachinha busca somar a segunda vitória consecutiva e seguir a escalada rumo a um novo confronto pelo título. Duramente derrotado por Dricus Du Plessis em sua última apresentação, Whittaker quer a redenção.

Se o australiano quer apagar o tropeço sofrido na luta anterior, o brasileiro quer a oportunidade de provar que tem condições de assumir o cinturão da categoria. Nos últimos dois anos, o grupo contou com quatro campeões diferentes: Israel Adesanya (duas vezes), Alex Poatan, Sean Strickland e, agora, Du Plessis.

Paulo Borrachinha no UFC 300

paulo-borrachinha-ufc278

Paulo Borrachinha é destaque brasileiro no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Em entrevista recente ao SUPER LUTAS, Paulo Borrachinha surpreendeu ao manifestar o interesse em competir no histórico UFC 300. De olho na vaga para competir no card confirmado para 13 de abril, o mineiro precisa de uma vitória imponente para convencer o patrão, Dana White, que estará de olho nos competidores deste fim de semana.

Até o momento, o card emblemático não conta com luta principal confirmada. Além de Borrachinha, Alexander Volkanovski admitiu interesse em assumir o protagonismo do show.

O Ultimate não confirma ou nega sobre a possibilidade de escalar Borrachinha ou Volkanovski no evento. Dana White, no entanto, garantiu que o anúncio oficial será feito na coletiva de imprensa após o fim da última luta deste sábado.

Mais Brasil

Amanda Lemos (esq.) e Mackenzie Dern (dir.) se enfrentam no UFC 298. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Além de Paulo Borrachinha, quatro atletas representarão o Brasil no octógono do UFC 298.

Momentos antes da apresentação do mineiro, Amanda Lemos e Mackenzie Dern dividem a torcida tupiniquim. Destaques no peso palha (até 52,1kg.) as atletas se enfrentam de olho em futura disputa de cinturão.

Representante do peso pesado (até 120,2kg.), Marcos Pezão viverá um fim de semana inusitado. O ‘gigante’ esteve perto de ser retirado do evento quando seu rival, Justin Tafa, deixou o show por conta de uma lesão. O irmão do australiano, no entanto, assumiu o posto e medirá forças com o tupiniquim no card preliminar.

Depois de dar show no ‘Dana White’s Contender Series’ no fim de 2023 e convencer o ‘chefão’ a assinar um contrato com o UFC, chegou a hora da estreia de Brendson Rodrigues. Promessa dos meio-pesados (até 93kg.), o lutador irá encarar Zhang Mingyang, que também debuta na companhia.

Ficha técnica do UFC 298

Data: 17 de fevereiro de 2023

Horário: A partir de 20h30 (horário de Brasília)

Local: UFC Apex, Las Vegas, Nevada, Estados Unidos

Como assistir: SUPER LUTAS AO VIVO em tempo real, UFC Fight Pass (todo o card) pela internet.

CARD PRINCIPAL (00h, horário de Brasília)

Peso pena (até 65,7 kg): Alexander Volkanovski x Ilia Topuria – luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9 kg): Robert Whittaker x Paulo Borrachinha

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Geoff Neal x Ian Garry

Peso galo (até 61,2 kg): Merab Dvalishvili x Henry Cejudo

Peso médio (até 83,9 kg): Anthony Hernandez x Roman Kopylov

CARD PRELIMINAR (20h30, horário de Brasília)

Peso palha (até 52,1 kg): Amanda Lemos x Mackenzie Dern

Peso pesado (até 120,2kg.): Marcos Pezão x Junior Tafa

Peso galo (até 61,2 kg): Rinya Nakamura x Carlos Vera

Peso meio-pesado (até 93 kg): Mingyang Zhang x Brendson Ribeiro

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Josh Quinlan x Danny Barlow

Peos meio-médio (até 77,1 kg): Oban Elliot x Valentine Woodburn

Peso mosca (até 56,7 kg): Andrea Lee x Miranda Maverick

FOGO NO PARQUINHO! Lenda do UFC critica Poatan e questiona status de campeão: ‘Difícil apoiar’

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88