Após derrota relâmpago, Shogun sai do top 10 em ranking dos meio-pesados do UFC

Ex-campeão agora é o 11º entre os meio-pesados, atrás de St. Preux e Manuwa; ‘Zumbi Coreano’ sai da lista

Shogun (foto) é ex-campeão dos meio-pesados do UFC e do GP dos médios do PRIDE. Foto: Josh Hedges/UFC

Shogun (foto) é ex-campeão dos meio-pesados do UFC e do GP dos médios do PRIDE. Foto: Josh Hedges/UFC

A derrota rápida sofrida no UFC Uberlândia, no último fim de semana, custou duas posições a Maurício Shogun no ranking oficial do UFC para a divisão dos meio-pesados.

O lutador, ex-campeão da categoria até 93 kg, saiu do top 10 do peso e agora é o 11º colocado. Curiosamente, o curitibano perdeu posições para Ovince St. Preux, seu adversário em Uberlândia, e para Jimi Manuwa, que seria seu oponente no evento antes de se contundir.

Apesar da queda, Shogun se mantém à frente de outros quatro lutadores brasileiros da lista: Rafael Feijão (11º), Rogério Minotouro (12º), Fábio Maldonado (13º) e Vitor Belfort (14º).

Outra mudança significativa foi vista na categoria dos penas. Afastado do MMA para se dedicar ao serviço militar, Chan Sung Jung foi removido da lista, o que significa que os sete atletas que vinham atrás ganhassem uma posição. Isso inclui o brasileiro Charles do Bronx, novo 13º colocado do peso.

Além disso, algumas outras pequenas alterações aconteceram com atletas que nem mesmo atuaram no último fim de semana. Vitor Belfort passou Ronaldo Jacaré e agora é o segundo colocado entre os médios; Ryan Bader ganhou a posição de Dan Henderson e é o sétimo entre os meio-pesados; Jake Ellenberger deixou Demian Maia para trás e agora é o sétimo entre os meio-médios, e Edson Barboza perdeu posição entre os leves ao ser ultrapassado por Jorge Masvidal.

O ranking oficial do UFC é atualizado semanalmente, tendo como base a votação feita por jornalistas especializados do mundo todo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments