Com chute avassalador, Lyoto atropela CB Dollaway no UFC Barueri

Brasileiro se recuperou da derrota na disputa de cinturão em julho com a vitória mais rápida de sua carreira

Machida acerta chute que abriu o caminho para a vitória no UFC Barueri. Foto: Inovafoto

Machida acerta chute que abriu o caminho para a vitória no UFC Barueri. Foto: Inovafoto

Bastou pouco mais de um minuto no octógono para que Lyoto Machida se recuperasse da derrota para Chris Weidman na disputa do cinturão dos médios em meados deste ano. Bastou que o primeiro golpe do brasileiro entrasse para pavimentar o caminho para a vitória, a mais rápida de sua carreira, na luta principal do UFC Barueri, já nas primeiras horas deste domingo (21).

Veja Também

UFC Barueri: Após trauma e perda do cinturão, Barão finaliza e promete ‘calar a boca’ de Dillashaw
Xará de Lyoto perde, mas brasileiros vão bem no card preliminar do UFC Barueri
Fã número um de Lyoto, chinês viaja o mundo atrás do lutador e desembarca em Barueri

Após estudar o adversário nos momentos iniciais, Lyoto encaixou um chute de esquerda certeiro no corpo de Dollaway, que acusou imediatamente o golpe. Daí em diante, bastaram mais alguns socos para que o árbitro central interrompesse o combate, declarando o brasileiro vencedor por nocaute técnico.

Após o combate, Lyoto salientou que seu foco segue sendo uma nova chance pelo cinturão da categoria até 84 kg. “Eu estou aguardando quem o patrão Dana White vai me colocar para enfrentar a seguir, porque meu objetivo é o cinturão”, disse o lutador, ainda no octógono.

Agora, aos 36 anos, Lyoto Machida tem um cartel profissional de 22 vitórias, nove delas por nocaute ou nocaute técnico como em Barueri, e apenas cinco derrotas.

Confira abaixo todos os resultados do UFC Barueri:

CARD PRINCIPAL:

Peso médio (até 84 kg): Lyoto Machida derrotou CB Dollaway por nocaute no R1;

Peso galo (até 61,2 kg): Renan Barão finalizou Mitch Gagnon com um triângulo de mão no R3;

Peso meio-pesado (até 93 kg): Pat Cummins derrotou Antônio Cara de Sapato em decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27 e 30×27);

Peso leve (até 70 kg): Rashid Magomedov derrotou Elias Silvério por TKO no R3;

Peso meio-médio (até 77 kg): Erick Silva finalizou Mike Rhodes com um triângulo de mão no R1;

Peso médio (até 84 kg): Daniel Sarafian derrotou Junior Alpha por TKO (lesão) no R2.

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93 kg): Marcos Pezão derrotou Igor Pokrajac por nocaute no R1;

Peso pena (até 66 kg): Renato Moicano finalizou Tom Niinimaki com um mata-leão no R2;

Peso pena (até 66 kg): Hacran Dias derrotou Darren Elkins na decisão unânime dos juízes (29×28, 30×27, 29×28)

Peso galo (até 61,2 kg): Leandro Brodinho finalizou Ulka Sasaki com um esgana-galo no R2;

Peso meio-médio (até 77 kg): Tim Means derrotou Marcio Lyoto na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Peso médio (até 84 kg): Vitor Miranda derrotou Jake Collier por nocaute no R1;

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments