Após perder cinturão do UFC e contrato com a Reebok, Jon Jones fica sem outro patrocínio

A Muscletech, empresa de suplemento alimentar, anunciou que não irá mais apoiar o ex-campeão do UFC devido aos recentes incidentes envolvendo seu nome

A situação de Jon Jones está a cada dia pior. Depois de ter o cinturão retirado pelo UFC, ser suspenso pela organização e perder o patrocínio da Reebok, outra empresa também encerrou o apoio do lutador. A Muscletech, especializada em suplementos, também decidiu rescindir o contrato de apoio.

Veja Também

UFC retira cinturão de Jon Jones e suspende lutador por tempo indeterminado
José Aldo assume liderança de ranking do UFC após suspensão a Jon Jones
Dana White dá ultimato a Jon Jones após polêmica: ‘Essa foi sua última chance’

A Muscletech também patrocina os irmãos de Jon, Arhtur e Chandler, jogadores da NFL, liga de futebol americano. Mas o contrato dos dois continua ativo.

O acidente

Jones se envolveu, na manhã do último domingo (26), em um acidente de trânsito na cidade de Albuquerque, onde mora e treina. De acordo com testemunhas, o campeão do UFC atravessou um sinal vermelho e colidiu com dois carros, um deles guiado por uma motorista que está grávida. O lutador fugiu da cena a pé, sem prestar socorro à vítima.

Para agravar a situação, a polícia de Albuquerque encontrou maconha no veículo de Jones, além de um cachimbo utilizado para o consumo da droga. Quase dois dias depois, Jones se apresentou à polícia para prestar esclarecimentos, mas acabou liberado ao pagar fiança. Assim, o lutador responderá ao processo em liberdade.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments