Hector Lombard quer seguir passos de Anderson Silva e competir nas Olimpíadas de 2016

Lutador cubano, suspenso por doping no MMA, espera poder representar a Austrália no judô na competição no Brasil

Lombard (foto) quer participar das Olimpíadas do Rio. Foto: Divulgação/UFC

Lombard (foto) quer participar das Olimpíadas do Rio. Foto: Divulgação/UFC

As Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, poderão contar com mais um lutador de MMA que está envolvido com problemas de doping. Depois de Anderson Silva expressar desejo em obter uma vaga no taekwondo, foi a vez de Hector Lombard revelar seus planos em participar da competição de judô dos jogos.

Veja Também

Anderson confirma participação em seletiva olímpica: ‘Não estou preocupado em passar vergonha’
Com o sonho de Anderson Silva, saiba quem do MMA já disputou as Olimpíadas
Ronda Rousey revela uso de álcool e drogas após frustração nas Olimpíadas

Lombard está suspenso do UFC após ter sido flagrado com anabolizantes no evento do dia 3 de janeiro, em Las Vegas (EUA). Para provar sua capacidade de competir sem o auxílio de substâncias proibidas, o cubano espera conseguir representar na competição a Austrália, onde morou por muito tempo.

“Quero provar que eu não preciso [de substâncias proibidas]. Todos sabem o que recentemente aconteceu comigo no UFC. Quero provar que não preciso de nada para competir em alto nível”, disse Lombard, em entrevista ao podcast “Submission Radio”.

Ao contrário de Anderson, que não possui nenhum tipo de experiência em Olimpíadas, Lombard já tem em seu currículo uma participação nos jogos. Foi em Sydney, na Austrália, em 2000, quando foi eliminado nas fases iniciais no judô até 73 kg. Na ocasião, o lutador aproveitou a oportunidade para desertar da delegação cubana e permanecer no país.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments