Após fraturar mandíbula no UFC 187, Makdessi cogita aposentadoria do MMA

Lutador canadense diz ter sofrido diversos danos em derrota para Donald Cerrone no último sábado (23)

Makdessi (foto) mostra incômodo com mandíbula fraturada no UFC 187. Foto: Divulgação/UFC

Makdessi (foto) mostra incômodo com mandíbula fraturada no UFC 187. Foto: Divulgação/UFC

A derrota sofrida por John Makdessi no UFC 187, no último sábado (23) poderá custar ao lutador muito mais do que uma marca negativa em seu cartel. O canadense, que perdeu por nocaute técnico para Donald Cerrone, afirmou que poderá encerrar sua carreira aos 30 anos de idade com o revés.

Veja Também

Cormier bate Johnson, fatura título vago e avisa Jon Jones: ‘Estou te esperando’
Belfort quase consegue nocaute, mas Weidman vira e defende o cinturão no UFC 187
UFC 187: Em decisão dividida, Sapo leva a melhor sobre ‘inimigo’ no card preliminar

Makdessi contou que sofreu uma fratura na mandíbula durante o combate, o que o obrigou a se submeter a uma cirurgia bem sucedida na segunda-feira. Devido aos danos que teve, o canadense ponderou seu futuro no esporte.

“Infelizmente eu fraturei a mandíbula durante a luta. Eu nunca havia passado por algo parecido na minha vida nas competições. No que diz respeito à minha carreira, tenho 30 anos de idade e participo de competições desde os 6, me tornando profissional aos 23. Tenho que ser inteligente. Assumo riscos ao lutar com caras maiores, mas sei que é um negócio. Não há ego envolvido. Nessa luta, sofri muitos danos. Nunca na minha vida eu sofri tantos danos. Tenho que sentar e pensar para ver o que vou fazer a seguir”, escreveu o canadense, em sua página oficial no Facebook.

Esta foi a primeira vez que Makdessi foi derrotado sem ter sido na decisão ou por finalização. No total, ele tem um cartel de 13 vitórias e quatro derrotas no MMA profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments