UFC 190: atropelo de Demian e vitória de Warlley são destaques do card preliminar

Nas primeiras luta do evento, Rafael Feijão sofre nova derrota e ex-TUF Brasil 3 Vitor Miranda vence segunda seguida

 

Maia (foto) atropelou Magny no Rio. Foto: Inovafoto

Maia (foto) atropelou Magny no Rio. Foto: Inovafoto

Demian Maia e Warlley Alves foram os grandes destaques do card preliminar do UFC 190, evento realizado na noite deste sábado (1º) no Rio de Janeiro. A dupla brasileira venceu Neil Magny e Nordine Taleb, respectivamente, e fizeram a festa do público presente no ginásio HSBC Arena, na região da Barra da Tijuca.

Veja Também

UFC 190 – Rounda Rousey x Bethe Pitbull – Resultados
UFC 190: Ronda Rousey luta para manter amplo favoritismo contra Bethe Correia no Rio
Ronda Rousey vira personagem principal de paródia pornô nos EUA

Maia obteve vitória completamente dominante sobre Magny, ditando o ritmo do início ao fim no solo e obtendo uma bela finalização. Warlley, campeão do TUF Brasil 3 entre os médios, também fez seu adversário dar os “três tapinhas”, com uma guilhotina.

Quem também venceu bem no card preliminar foi Vitor Miranda, que venceu Clint Hester por nocaute técnico. Porém, também houve derrotas entre os lutadores brasileiros. Hugo Wolverine abriu o card preliminar perdendo para Guido Cannetti, e Rafael Feijão não resistiu ao jogo de Patrick Cummins. No duelo brasileiro do card preliminar, Iuri Marajó confirmou seu favoritismo e bateu Leandro Brodinho.

Card abre com Brasil x Argentina – melhor para os hermanos

A abertura do UFC 190 contou com um duelo Brasil x Argentina no octógono. Veterano do TUF Brasil, Hugo Wolverine enfrentou Guido Cannetti, que participou da edição “América Latina” do reality show.

Mais tarimbado no UFC, o brasileiro era considerado o favorito, mas não conseguiu colocar isso em prática durante a luta. Em 15 minutos de combate bastante truncados, desenvolvidos em boa parte do tempo de forma agarrada, o argentino acabou tendo mais momentos de superioridade. Os destaques foram um chute alto no segundo round, que balançou o brasileiro, e uma queda importante no assalto final.

Assim, Cannetti venceu na decisão unânime dos juízes, com um triplo 29 a 28. Foi a primeira vitória de “Ninja” no UFC, enquanto que Wolverine sofreu seu segundo revés em sequência – ele havia perdido para a promessa Aljamain Sterling, em julho do ano passado.

Miranda derrota Hester e vence segunda seguida no UFC

Vice-campeão do TUF Brasil 3 entre os pesados, Vitor Miranda conquistou sua segunda vitória consecutiva no UFC desde que decidiu descer para a categoria dos médios (até 84 kg). O brasileiro controlou bem as quedas do rival até conseguir liquidar a fatura no segundo round, com um nocaute técnico.

Hester mostrou desde já sua intenção de levar a luta ao solo. No entanto, Miranda reverteu bem as posições, castigando o norte-americano quando caiu por cima. No segundo round, Vitor acertou uma boa joelhada quando Hester mergulhava em suas pernas. Com o rival grogue, o brasileiro pôde cair por cima e castigar, até a interrupção do árbitro.

Assim, Miranda vence mais uma, já que havia batido Jake Collier em Barueri, em dezembro do ano passado. Hester sofreu sua segunda derrota seguida – ele também perdeu para Robert Whittaker em novembro.

Marajó confirma favoritismo e bate Brodinho em duelo brasileiro

Lutador ranqueado na divisão dos galos, Iuri Marajó levou a melhor sobre Leandro “Brodinho” Issa no primeiro duelo brasileiro da noite. Para isso, no entanto, ele precisou correr atrás no placar após ficar em desvantagem no round inicial.

Brodinho conseguiu levar a luta ao solo no primeiro round, onde mostrou superioridade. Ele chegou a montar e tentar uma finalização, o que foi defendido por Marajó.

Nos dois assaltos seguintes, Brodinho não conseguiu aplicar sua estratégia. Marajó manteve a luta em pé e castigou o rival, conectando bons diretos de esquerda. Nos instantes finais, Marajó esteve perto de nocautear, mas a luta acabou chegando à decisão dos juízes – que deram vitória a Iuri.

Com isso, Marajó reencontra o caminho das vitórias, já que havia perdido para Frankie Saenz em seu último combate, em Porto Alegre. Já Brodinho vê ser interrompida uma sequência de duas vitórias em sequência.

Campeão do TUF Brasil 3, Warlley finaliza e mantém invencibilidade

warlley taleb

Warlley finalizou Taleb com bela guilhotina. Foto: Inovafoto

Warlley Alves conquistou mais uma vitória em sua carreira ao finalizar Nordine Taleb no UFC 190. O campeão do TUF Brasil 3 dominou praticamente todas as ações até liquidar a fatura no segundo round, com uma guilhotina.

Alves mostrou superioridade desde o início da luta, conseguindo avançar bem em posições no solo e inclusive aplicando um knockdown em Taleb, com um belo cruzado de direita. A tendência era mantida no segundo round, até que Taleb tentou quedar o brasileiro, que rapidamente puxou para uma guilhotina na guarda, finalizando a luta.

O brasileiro conquistou sua nona vitória no MMA profissional, sendo a terceira no UFC. Já Taleb perdeu sua primeira dentro do octógono, já que vinha de sequência de três triunfos seguidos no Ultimate.

‘Carrapato’ Cummins domina Feijão e nocauteia

Cummins dominou Feijão no Rio. Foto: Inovafoto

Cummins dominou Feijão no Rio. Foto: Inovafoto

Conhecido por seu jogo justo de wrestling, Patrick Cummins não deu chances a Rafael Feijão e dominou o brasileiro na penúltima luta do card preliminar da noite.

O norte-americano atuou como um verdadeiro “carrapato”, grudando em Feijão sempre que possível sem dar-lhe espaço. O brasileiro tentou aproveitar as poucas brechas que teve, inclusive provocando grandes ferimentos no rosto de Cummins com os golpes que acertou, mas, no fim, o jogo do norte-americano se mostrou mais eficiente.

Depois de vencer os dois primeiros rounds, causando grande desgaste físico em Feijão, Cummins chegou para o assalto final disposto a liquidar a fatura. Ele quedou Feijão e iniciou imediatamente um bombardeio de cotoveladas, o que forçou a interrupção por nocaute técnico.

Cummins chegou a sua quarta vitória dentro do UFC, contra duas derrotas. Já o brasileiro fica em situação delicada, com três reveses em quatro aparições no octógono.

Demian “passa o carro” e interrompe sequência de Magny

Na última luta do card preliminar da noite, Demian Maia dominou completamente Neil Magny e venceu de forma tranquila no Rio de Janeiro. O faixa preta de jiu-jitsu utilizou todo seu arsenal no solo e não correu riscos até obter a finalização no segundo round.

O brasileiro não teve dificuldades em levar a luta ao solo. No chão, Magny não ofereceu resistência alguma a Maia, que parecia passar a guarda e montar quando queria. Depois de Magny sobreviver no primeiro round, Demian voltou a levar a luta ao solo no segundo assalto, quando pegou as costas e finalizou com um mata-leão.

Foi a terceira vitória seguida do brasileiro, que já havia obtido vitórias sobre Alexander Yakovlev e Ryan LaFlare. Magny, por sua vez, vê sua grande sequência de sete vitórias seguidas no octógono ser interrompida.

Resultados do card preliminar do UFC 190:

Demian Maia derrotou Neil Magny por finalização no R2;

Patrick Cummins derrotou Rafael Feijão por nocaute técnico no R3;

Warlley Alves derrotou Nordine Taleb por finalização no R2;

Iuri Marajó derrotou Leandro Brodinho na decisão unânime dos juízes;

Vitor Miranda derrotou Clint Hester por nocaute técnico no R2;

Guido Cannetti derrotou Hugo Wolverine na decisão unânime dos juízes

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments