Tito Ortiz concorda com Wand e diz que há lutas armadas no UFC | SUPER LUTAS

Tito Ortiz concorda com Wand e diz que há lutas armadas no UFC

Ex-campeão citou exemplo de seu terceiro duelo contra Forrest Griffin, no UFC 148, em julho de 2012

T. Ortiz (foto) agora faz parte do plantel do rival Bellator. Foto: Divulgação

T. Ortiz (foto) agora faz parte do plantel do rival Bellator. Foto: Divulgação

No último mês, o brasileiro Wanderlei Silva gerou polêmica no meio do MMA, e até recebeu uma promessa de processo de Dana White, após acusar o UFC de promover lutas armadas e garantir que tem provas de que isso acontecia. Agora, Wand recebeu o apoio de ninguém menos que o ex-campeão e membro do Hall da Fama do Ultimate Tito Ortiz, que citou até um combate seu para endossar a tese do “Cachorro Louco”.

Veja Também

“Wanderlei falou sobre lutas armadas. Eu não sei, concordo com ele porque eu acabei com o Forrest (Griffin) na terceira vez que lutamos. Eu consegui três knockdowns, quatro quedas, dei uma verdadeira surra. Pela primeira vez na história do UFC, eles apresentaram ‘golpes tentados’. Eles o creditaram por isso. Que porcaria é essa? Wanderlei fala de lutas armadas no UFC? Possivelmente. Essa foi uma luta armada. Eu acabei com ele. Não ouça o Joe Rogan, não ouça a m**** que ele tem a dizer. Desligue o áudio e assista aquela luta de novo. Eu quebrei o maxilar dele, espera aí”, disparou Ortiz, durante uma sessão de perguntas e respostas com seus fãs por meio do aplicativo “Periscope”.

Maior estrela da “segunda geração” do UFC, Tito Ortiz foi campeão dos meio-pesados da organização, mas atualmente é persona non grata pelo Ultimate e atua pelo rival Bellator. A luta contra Forrest Griffin, que naquela altura marcou a aposentadoria dos dois atletas, realizada em julho de 2012 no UFC 148, teve mesmo um resultado bastante polêmico e contestado. Na ocasião, certo da derrota, Griffin até correu para os vestiários antes mesmo do resultado oficial, mas teve que ser trazido de volta às pressas para ser anunciado como vencedor.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments