Vídeo: Aldo e McGregor quase brigam e são apartados em coletiva oficial do UFC

Lutadores, que unificarão cinturões dos penas em dezembro, trocaram diversas provocações e quase brigaram em evento do UFC

Aldo e McGregor quase brigam em coletiva do UFC. Foto: Reprodução

Aldo e McGregor quase brigam em coletiva do UFC. Foto: Reprodução

O clima voltou a ficar tenso entre José Aldo e Conor McGregor. Na tarde desta sexta-feira (4), o UFC realizou uma grande coletiva para promover seus eventos dos próximos meses e os dois campeões da divisão dos penas voltaram a ficar frente a frente. Por muito pouco as coisas não foram às vias de fato.

Veja Também

McGregor promete ‘aposentar’ Aldo e subir de categoria
Mendes dispara contra McGregor e diz: ‘Ele me deve uma revanche’
Aldo promete vitória rápida sobre McGregor: ‘Assim ninguém sofre’
McGregor, sobre Aldo: ‘Espero que ele apareça e leve uma surra como homem’

Depois de diversas provocações, os dois atletas foram convocados pelo presidente do UFC, Dana White, a fazer uma encarada. Nenhum dos dois recuou: ambos “empurraram cabeças” e tiveram de ser apartados pelo chefe.

Logo em seguida, Aldo e McGregor continuaram se provocando, mesmo que longe um do outro. Os dois trocavam caretas, enquanto que o brasileiro afirmava que o rival “precisava tomar um banho”.

Momentos antes, os dois haviam trocado várias farpas na coletiva. “A cada dia que passa eu vejo que ele é um palhaço. Ele gosta de fazer todos rirem, e todos riem da cara dele. Eu vejo ele como um nada. Pena que não pude lutar [em julho], mas vou chegar e calar a boca dele no dia 12 de dezembro”, disse o brasileiro.

Como resposta, McGregor falou sobre o encontro que teve com Aldo durante as gravações do TUF 22. “A primeira coisa que eu pensei ‘nossa, nunca achei que te veria de verdade’. Eu abracei, sussurrei coisas amigáveis e disse ‘calma, tudo vai ficar bem’. Não quero mais assustá-lo. Quero deixa-lo calmo e dizer que tudo vai ficar bem. Tudo vai acabar bem rápido”, comentou.

Aldo, irritado, citou a última luta do irlandês, quando bateu Chad Mendes para conquistar o título interino. “Por**, o cara entrou na porrada com o Chad, que estava de férias, pescando, e pegou a luta com duas semanas. E ele ainda vem falar? Ele parecia uma tartaruga de costas para o chão”, disparou Aldo.

“É, mas foi Chad que parecia uma tartaruga. E quando você lutou com Chad, ele reconfigurou sua cara. Eu te amo, te amo como minha p*tinha”, disse McGregor.

A luta entre Aldo e McGregor acontecerá no dia 12 de dezembro, no UFC 194, em Las Vegas (EUA). O brasileiro é o dono do cinturão linear, enquanto que o “Notório” conquistou o título interino em julho.

Todos contra McGregor

Cerrone e Mendes também bateram boca com McGregor. Foto: Reprodução

Cerrone e Mendes também bateram boca com McGregor. Foto: Reprodução

Durante a coletiva, McGregor mais uma vez mostrou que sabe como chamar as atenções. Mesmo que o evento estivesse recheado de estrelas – como Vitor Belfort, Ronda Rousey e Rafael dos Anjos -, o irlandês acabou atraindo os holofotes, principalmente por trocar provocações com vários dos atletas presentes.

A começar por Dos Anjos e Donald Cerrone, que disputarão em dezembro o título da categoria até 70 kg. Os dois lutadores reagiram de forma ríspida à recente declaração de que McGregor pretende subir para os leves. “Se ele quiser subir de peso, estou aqui. Será dinheiro fácil”, disparou o brasileiro.

“Se Dana te oferecesse uma luta comigo em vez de Cerrone, você iria correndo abraçar sua esposa e comemorar. Você ganharia dinheiro. Eu posso te fazer rico! Eu sou o cara do dinheiro em todas as divisões”, provocou McGregor em seguida.

Depois foi a vez de Cerrone: “Conor não tem o direito de falar dos lutadores dos leves. Somos muito fortes e arrebentaríamos seu traseiro irlandês. Conor é muito bom em falar. Estivemos juntos por 30 minutos nos bastidores e ele não tinha nada a dizer. Aí chegamos no palco e ele começa a falar, falar”, disse o “Caubói”.

McGregor não deixou barato: “Vocês são muito lentos. Eu acabaria com essa categoria. A categoria está atolada na lama”, rebateu.

Em seguida, um jornalista fez uma pergunta a Joseph Duffy, último lutador a derrotar McGregor, que enfrentará Dustin Poirier, batido recentemente pelo irlandês. Novamente o campeão interino aproveitou para provocar: “São mais dois caras que ganharam notoriedade por minha causa.”

Quem também teve uma guerra de palavras com Conor foi Chad Mendes. Perguntado se gostaria de ter uma nova oportunidade de enfrentar o algoz, já que teve pouco tempo de preparação no primeiro encontro, o norte-americano disse: “Enfrentá-lo com um treinamento completo seria o ideal. Eu daria uma surra nele”, comentou.

“Daria uma surra? Eu também só treinei por algumas semanas para lutar com você. Eu te nocauteei e você se encolheu que nem uma p*tinha. Você diz que é o Mike Tyson dos penas, mas bate como um peso palha”, retrucou o falastrão irlandês.

Por fim, o também peso pena e ex-campeão dos leves Frankie Edgar admitiu que tem o desejo de enfrentar McGregor. “Esse cara atrai dinheiro, então seria mentira se eu dissesse que não me interesso em enfrentá-lo”, declarou.

McGregor não ficou quieto: “É isso que eu quero das pessoas! Que elas sejam honestas! Muito bem, Frankie. As pessoas me criticam e dizem que eu só falo, mas eu sustendo o que digo”, mandou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments