Card preliminar do UFC 191 registra pior audiência do ano nos Estados Unidos

Primeiras lutas do evento do último sábado (5) foram vistos em média por 663 mil pessoas, um número considerado baixo

D. Johnson (foto) venceu Dodson na luta principal do UFC 191. Foto: Josh Hedges/UFC

D. Johnson (foto) venceu Dodson na luta principal do UFC 191. Foto: Josh Hedges/UFC

Os eventos protagonizados pelo campeão dos moscas do UFC, Demetrious Johnson, não são grandes exemplos de popularidade, e os primeiros indícios mostram que o UFC 191 não será exceção. Depois de ter a menor arrecadação de bilheteria em mais de dez anos, a atração também teve marca ruim de audiência em suas lutas do card preliminar.

Veja Também

Johnson bate Dodson, defende título e iguala recorde de Aldo
UFC 191 registra menor arrecadação em bilheteria em 11 anos
Hangout SUPER LUTAS analisa nova vitória de Johnson no UFC 191. Ao vivo às 20h!

Mesmo que se trate de um evento de pay-per-view, as primeiras lutas da noite normalmente são transmitidas pelo “FOX Sports”, um canal a cabo norte-americano. E, segundo os primeiros dados divulgados pela agência “Neilsen”, os combates foram vistos, em média, por cerca de 663 mil pessoas, o pior registro do ano de 2015 até então.

O número serve como um sinal ruim para o UFC, já que a pior marca até então, obtida no evento de número 186 (710 mil), registrou em seguida a venda mais baixa de pay-per-view em 2015. Curiosamente, o UFC 186 também foi encabeçado por Demetrious Johnson, que defendeu o seu título diante de Kyoji Horiguchi.

Na luta principal do UFC 191, Johnson venceu John Dodson na decisão unânime dos juízes para defender o cinturão pela sétima vez. A atração também teve Andrei Arlovski derrotando Frank Mir, e o nocaute de Anhtony Johnson sobre Jimi Manuwa.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments