Amigo de Aldo, campeão do Bellator garante: ‘No UFC, faria frente ao TJ Dillashaw’

Marcos "Loro", que inclusive está no filme sobre a vida do campeão do UFC, questionou a ausência de lutadores fora do octógono nos principais rankings

Loro (foto) defenderá seu cinturão em outubro. Foto: Divulgação/Bellator

Loro (foto) defenderá seu cinturão em outubro. Foto: Divulgação/Bellator

Com muito dinheiro de um grande grupo de investidores por trás e a agora sob a batuta de Scott Coker, dirigente que levou o Strikeforce ao estrelato, o Bellator vem rivalizando diretamente com o UFC e se consolidou como segunda maior organização de MMA do planeta. Mas não é só no aspecto promocional que o evento faz frente ao Ultimate. Segundo o campeão dos galos Marcos “Loro” Galvão, o fato de estar no topo da divisão no Bellator o coloca entre os melhores do planeta e faria com que ele chegasse lutando de igual pra igual com o TJ Dillashaw, caso migrasse para o octógono.

Veja Também

Bellator Dynamite contará com famosa announcer do PRIDE
Ex-campeão do UFC culpa Dana White por fim de sua carreira: ‘Grande idiota’
‘Efeito McGregor’ faz estreia do TUF 22 bater recorde de audiência
UFC SP abre vendas nesta sexta com ingressos por até R$ 13 mil

“Pra ser sincero, eu me encaixaria ali fazendo frente ao TJ Dillashaw. Ele é campeão e eu também sou campeão, no segundo maior evento do mundo. E o Bellator não fica atrás do UFC por nada. A categoria de galos e a de penas do Bellator não ficam atrás das mesmas do UFC por nada. Eu faço frente a qualquer um no UFC e consideraria uma luta logo com o TJ Dillashaw, já que somos campeões”, disse Loro, em entrevista ao site “Sexto Round”.

Amigo pessoal de José Aldo, e responsável pela ida do manauara para a Nova União no Rio de Janeiro, Loro, que será interpretado pelo comediante Rafinha Bastos na cinebiografia do campeão dos penas do UFC, “Melhorou demais o show quando o Scott Coker chegou. E a única coisa que eu discordo bastante no MMA, vendo de fora do UFC, é que se você ver nos rankings, só tem um lutador, o Marlon Moraes, de fora do UFC. E eu vou ser sincero pra você, eu me considero um dos cinco melhores. Vou te dar um exemplo, como pode três campeões, Marlon, Bibiano Fernandes e eu, estarmos fora?”, questionou.

Aos 34 anos, Marcos Galvão tem um cartel profissional de 17 vitórias, seis derrotas e um empate. “Loro” conquistou o cinturão do Bellator ao bater Joe Warren em março deste ano e agora defende o título pela primeira vez no próximo dia 23 de outubro, quando enfrenta seu ex-colega de Nova União Dudu Dantas, ex-campeão da categoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments