Roy Nelson alfineta Velasquez: ‘Luta sete vezes contra todo mundo’

Gordinho criticou excesso de revanches do ex-campeão e sugeriu que Cigano ou Arlovski seriam melhores adversários para Werdum

R. Nelson (foto) enfrentará J. Barnett no Japão. Foto: Josh Hedges/UFC

R. Nelson (foto) enfrentará J. Barnett no Japão. Foto: Josh Hedges/UFC

Quando enfrentar Fabrício Werdum pelo cinturão dos pesos pesados, o ex-campeão Cain Velasquez completará sete lutas contra três adversários – os brasileiros Werdum, Junior Cigano e Antônio Pezão. A sequência de revanches não agradou o “gordinho” Roy Nelson, que não poupou Velasquez ao comentar a nova chance pelo título para o atleta da American Kickboxing Academy.

Veja Também

De olho em Ronda, Cyborg descerá de peso em novembro
Wand apela a Suprema Corte para rever banimento do MMA
Cara de Sapato e Napão têm lutas confirmadas para dezembro
‘Às vezes quero dar um tapa em McGregor’, diz Rockhold

“Cain é um cara muito sortudo, sempre consegue lutar contra todo mundo sete vezes. Gostaria de ter as mesmas chances. Lutei só uma vez contra a divisão inteira. Após a luta contra Josh, vou começar a minha “Trilha da Vingança”, com Roy x Werdum 2, Roy x Cigano 2. Quero essas revanches, porque, se você olhar direito, Frankie Edgar é o único além de Cain Velásquez que lutou sete vezes contra todo mundo. Vou atrás das minhas revanches após essa luta”, disse Nelson, em entrevista ao site do canal “Combate”.

O campeão do TUF 10 ainda aproveitou o assunto para criticar também o casamento de lutas proposto pelo Ultimate, que, segundo ele, poderia ter até promovido uma revanche pelo título, desde que contra um dos dois postulantes ao cinturão que já venceram Werdum. “Werdum é o campeão. Ele finalizou Cain Velásquez e pode lutar onde e quando quiser. Ele é o campeão, não Cain. Acho que não deveria haver essa revanche a menos que houvesse vários pesos-pesados que já tivessem tido sua chance contra Werdum. Acho que seria melhor para os fãs lutas como Werdum x Cigano ou Werdum x Arlovski, porque ele perdeu desses caras”, declarou.

Aos 20 anos, Roy Nelson tem um cartel profissional de 20 vitórias e onze derrotas. “Big Country”, como é conhecido, vem de quatro derrotas em suas últimas cinco lutas, a mais recente delas para Alistair Overeem em março, e enfrenta o ex-campeão do Ultimate Josh Barnett no próximo sábado (19), na luta principal do UFC Fight Night Japão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments