Reebok erra em camiseta da Irlanda e gera polêmica

Empresa de material esportivo confeccionou peça que ignorou a Irlanda do Norte, que, ao lado da República da Irlanda, faz parte da ilha

Reebok gerou polêmica com camisa que ignorou Irlanda do Norte. Foto: Reprodução/Reebok

Reebok gerou polêmica com camisa que ignorou Irlanda do Norte. Foto: Reprodução/Reebok

Definitivamente a parceria entre Reebok e UFC vive momentos turbulentos em sua era inicial. Depois de haver diversas críticas quanto ao pagamento dado aos lutadores com o acordo e até mesmo quanto ao aspecto visual dos uniformes, desta vez a marca de material esportivo cometeu uma gafe no que diz respeito ao aspecto político e se viu envolvida em nova polêmica.

Veja Também

Kennedy critica pagamento aos atletas com acordo da Reebok: ‘Horrível, trágico e patético’
Funcionário do UFC critica acordo com a Reebok e acaba demitido
Novo uniforme do UFC deixa lutadora com seios à mostra
Lutadores reclamam de cifras de patrocínio com a Reebok e relatam perdas financeiras

Nesta quarta-feira (21), como preparativo para o evento do UFC que será realizado em Dublin, na Irlanda, neste sábado, a Reebok lançou uma camiseta especial da terra natal de Conor McGregor. O design é simples: a peça cinza conta com estampas da logo do UFC, do nome “Irlanda” e um mapa do local.

O problema é que o desenho ignora a Irlanda do Norte, país pertencente ao Reino Unido que faz parte da ilha, contando somente com o território da chamada República da Irlanda, nação independente cuja capital é Dublin.

A questão se torna ainda mais delicada com a frase utilizada para promover as vendas da camiseta: “Mostre fidelidade ao seu território”. A Irlanda do Norte já passou por diversos conflitos civis entre os católicos, favoráveis à independência do Reino Unido e à fusão com a República da Irlanda, e a maioria protestante, que são contrários à integração, gerando tensão entre as partes.

Quem se mostrou bastante incomodado com o acontecido foi John Kavanagh, líder da academia SBG, onde treina McGregor. “O que me irritou foi a frase ‘mostre fidelidade ao seu território’. Minha namorada é de Belfast [capital da Irlanda do Norte], uma cidade que já viveu diversas mortes sem sentido. Esse tipo de discurso só serve para alimentar emoções negativas e trazer à tona o pior de nós”, explicou.

Diante da repercussão negativa, a Reebok se retratou. “Pedimos sinceras desculpas pela ofensa causada pela camiseta da Irlanda do UFC. Foi um erro de desenho e o produto está sendo removido”, comentou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments