Treinador de McGregor projeta luta pelo cinturão dos leves em abril

De acordo com John Kavanagh, irlandês pretende disputar título da divisão de cima e, em julho, defender cinturão dos penas contra Edgar

McGregor (esq.) ao lado de Kavanagh (dir.); falastrão é faixa marrom do irlandês. Foto: Reprodução

McGregor (esq.) ao lado de Kavanagh (dir.); falastrão é faixa marrom do irlandês. Foto: Reprodução

O ano de 2015 foi bastante agitado para Conor McGregor. Neste período, o irlandês realizou três lutas, participou de uma turnê mundial de entrevistas coletivas para promover seu combate contra José Aldo e foi um dos treinadores do reality show The Ultimate Fighter. E, ao que tudo indica, ele não pretende diminuir o ritmo no ano que vem.

Veja Também

Dana descarta revanche entre Aldo e McGregor, mas põe outro brasileiro na mira
McGregor consola Aldo: ‘Os grandes sempre superam as adversidades’
Vídeo: McGregor tem nocaute idêntico ao de Aldo no início da carreira

De acordo com seu principal treinador, John Kavanagh, McGregor já tem em mente o cronograma que considera ideal para a primeira parte de 2016. “Acredito que sua próxima luta será pelo cinturão dos leves. Talvez isso aconteça em março, abril, algo assim. Depois ele luta em julho, no UFC 200. Talvez nesse card ele defenda o cinturão dos penas contra Frankie [Edgar]”, comentou Kavanagh, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

No último fim de semana, depois de nocautear José Aldo e conquistar o cinturão definitivo dos penas, o próprio McGregor havia indicado que pretendia se tornar, de forma simultânea, campeão também na categoria de cima. Na ocasião, o irlandês disse que se trata de algo viável, pois ele, segundo suas palavras, é um lutador que se mantém ativo.

Kavanagh concorda: “Nunca que ele vai esperar até julho para lutar de novo. Mesmo se eu quisesse sugerir isso ou convencê-lo, sei que se trata de um esforço sem sentido”, disse o treinador.

No UFC 194, McGregor levou apenas 13 segundos para nocautear Aldo e se tornar o único campeão da divisão até 66 kg. Após o evento, o UFC afirmou que o irlandês tem duas opções pela frente: defender seu título contra Frankie Edgar, que derrotou Chad Mendes na sexta-feira (11), ou subir de peso e enfrentar o vencedor de Rafael dos Anjos e Donald Cerrone, que lutam, no próximo sábado (19), pelo título dos leves.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments