Dos Anjos nega pressão extra após derrota de Aldo

Campeão dos leves do UFC minimiza possível peso da torcida e garante: ‘A gente vai continuar com esse cinturão’

R. dos Anjos (foto) é o atual campeão dos leves do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

R. dos Anjos (foto) é o atual campeão dos leves do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Com a queda de José Aldo no último sábado (12), o UFC passou a ter somente dois campeões brasileiros: Fabrício Werdum, entre os pesados, e Rafael dos Anjos, nos leves. E justamente este último volta ao octógono no próximo sábado, dia 19, para fazer sua primeira defesa de título diante de Donald Cerrone.

Veja Também

Cordeiro enaltece pupilo Dos Anjos: ‘Provou que é ‘o cara’ dos leves”
Dos Anjos revela sonho: ‘Quero ser o melhor peso leve da história’
Treinador de McGregor projeta luta pelo cinturão dos leves em abril

Mesmo com a enorme repercussão à derrota de Aldo para McGregor e as críticas feitas pela torcida ao agora ex-campeão, Dos Anjos nega que terá pressão extra dentro do octógono na luta principal do UFC on FOX 17, em Orlando (EUA).

“Fiquei até muito triste com muitos recados que as pessoas mandam: ‘Vê se não vai fazer igual o José Aldo, fazer a gente ficar acordado até às 4 horas da manhã para perder em 13 segundos’. Acho isso uma falta de respeito. Esse tipo de pessoa que pensa isso não precisa nem torcer por mim, porque até antes da luta, o Aldo era o rei. Ele ainda é o rei. Quem fica 10 anos invicto nesse esporte? E agora as pessoas falam assim… Isso não me traz pressão extra, eu faço o meu, sei que foi uma grande perda para o público brasileiro, todo mundo esperava que o Aldo fosse ganhar, pela invencibilidade dele de todos esses anos, mas uma coisa eu posso dar certeza: sábado a gente vai continuar com esse cinturão”, desabafou o campeão, em entrevista ao site do canal “Combate”.

Esta será a revanche entre Dos Anjos e Cerrone. Os dois se enfrentaram pela primeira vez em agosto de 2013, com vitória dominante do brasileiro. Apesar de reconhecer que ambos vivem momentos diferentes atualmente, Dos Anjos acredita que o resultado será o mesmo. “Já tem dois anos que a gente se enfrentou e eu acho que ele melhorou bastante. Cerrone venceu oito lutas seguidas, mas eu ganhei o cinturão, então acho que ele melhorou bastante, mas eu melhorei ainda mais, não só fisicamente, mas mentalmente e espiritualmente estou muito melhor. Estou superconfiante para sábado”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments