Viscardi e Nuguette vencem e Brasil fica 100% no card preliminar do UFC Brisbane

Brasileiros abriram o evento na Austrália com vitórias na decisão dos jurados

Nuguette comemora sua vitória em Brisbane. Foto: Josh Hedges/UFC

Nuguette comemora sua vitória em Brisbane. Foto: Josh Hedges/UFC

O UFC Fight Night Brisbane começou muito bem para os lutadores do Brasil. O atleta da X-Gym Alan Nuguette e o ex-participante da segunda edição do The Ultimate Fighter Brasil venceram e garantiram o aproveitamento perfeito para os representantes tupiniquins na porção inicial do card.

Veja Também

UFC Ottawa deverá contar com Cerrone x Coté
Barboza avisa McGregor: ‘Se enfrentar Dos Anjos, toma um pau’
Miesha quer defender título no UFC 200: ‘Seria incrível’

Primeiro brasileiro a entrar no octógono na província de Queensland, Alan Nuguette não teve dificuldades para superar Demien Brown. Apesar da dificuldade de enfrentar um adversário que entrou de última hora no combate, Nuguette usou sua superioridade no jogo de chão para garantir o triunfo.

Em um primeiro assalto bastante movimentado, Allan Nuguette começou aplicando muita pressão sobre o adversário e quedando-o imediatamente. No chão, o brasileiro castigou o rival com diversas cotoveladas e tentou por duas vezes finalizá-lo com uma guilhotina. No fim da parcial, no entanto, o australiano conseguiu reverter o cenário e terminou o round por cima, no ground and pound.

No segundo round, Brown deu mostras de cansaço, principalmente por ter sido convocado às pressas para o confronto – como substituto de Chad Laprisse. Nuguette se aproveitou da superioridade física e passou praticamente os cinco minutos por cima, atacando com golpes e tentando algumas finalizações. No fim do assalto, entretanto, o australiano assustou o brasileiro, pegando-o com uma kimura, mas Alan foi salvo pelo gongo.

Na terceira e decisiva parcial, o brasileiro se manteve fiel a sua estratégia e continuou quedando o australiano quando quis. Apesar de Brown se manter ativo mesmo por baixo, Nuguette controlou as ações até o final e garantiu a vitória sem sustos, sendo declarado vencedor em decisão unânime dos jurados.

Viscardi leva susto, mas vence atleta da casa

Viscardi (dir.) bateu Walsh (esq.)

Viscardi (dir.) bateu Walsh (esq.)

Na terceira luta da noite, Viscardi Andrade levou um susto com um knockdown sofrido diante do australiano Richard Walsh, mas se recuperou bem e acabou levando a melhor.

No primeiro assalto, Viscardi conseguiu dominar o australiano e garantir a parcial, mas, logo no início do segundo round ele foi à knockdown após um duro golpe de Walsh. O brasileiro, no entanto, conseguiu se levantar e quedou o rival na reta final do round, quase finalizando-o com um triângulo de mão invertido.

No terceiro e último assalto, apesar da pouca ação, o brasileiro levou vantagem na metade final da parcial, o suficiente para lhe garantir o triunfo em decisão unânime dos jurados, com um triplo 29×28.Viscardi agora soma 19 vitórias e seis derrotas como profissional no MMA, e chegou a dois triunfos consecutivos no octógono.

Confira abaixo os resultados do UFC FN Brisbane:

CARD PRINCIPAL

Mark Hunt x Frank Mir
Hector Lombard x Neil Magny
Jake Matthews x Johnny Case
Daniel Kelly x Antônio Cara de Sapato
James Te Huna x Steve Bosse
Bec Rawlings x Seo Hee Ham

CARD PRELIMINAR

Brendan O’Reilly x Alan Jouban
Dan Hooker x Mark Eddiva
Rin Nakai x Leslie Smith
Viscardi Andrade derrotou Richard Walsh em decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28 e 29×28)
Ross Pearson derrotou Chad Laprise em decisão dividida dos juízes (30×27, 28×30 e 29×28)
Alan Nuguette derrotou Damien Brown em decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27 e 30×26)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments